Futebol

Volante de origem, Marciel se coloca à disposição para atuar na lateral

Técnico Hélio dos Anjos já havia dito que estuda a possibilidade de improvisar o jogador no setor caso seja necessário

Marciel, volante do NáuticoMarciel, volante do Náutico - Foto: Tiago Caldas/CNC

O Náutico tinha apenas um lateral-esquerdo de origem na equipe principal quando o técnico Hélio dos Anjos, já ciente de que o clube precisaria encontrar mais peças para o setor, indicou que, inicialmente, o Timbu ia apostar nas improvisações de Bryan, lateral-direito, e do volante Marciel, recém-contratado, para suprir a lacuna de um reserva. Agora, com a saída de Kevyn, então titular da posição, a necessidade de encontrar uma solução rápida dentro do elenco se tornou mais real. Situação que o novato do Timbu encara com normalidade.

“É uma posição que fiz há bastante tempo, desde a base. Se o professor precisar, eu estarei à disposição para ajudar. Sou um jogador alto e sei que é difícil encontrar um atleta assim”, apontou Marciel

Mesmo disponível para a lateral, Marciel frisou suas qualidades na função primária da cabeça de área. “Aqui tem bons volantes, de qualidade, e eu cheguei para somar. Espero dar meu máximo e brigar pela posição. Sou um cara que busca mais a bola. Tenho bom passe, visão de jogo e espero ser utilizado bastante esse ano”, afirmou o novo reforço.

Marciel disputou 40 partidas pelo Juventude, sem gols marcados. No clube gaúcho, ele trabalhou com o atual executivo de futebol do Timbu, Ari Barros. O volante ainda tem passagens por Ponte Preta, Oeste e Vitória.

 

Veja também

Colômbia pode vetar entrada da Seleção Brasileira para jogo das Eliminatórias
Futebol

Colômbia pode vetar entrada da Seleção Brasileira para jogo das Eliminatórias

Brasil embarca neste sábado em busca da vaga olímpica
Handebol

Brasil embarca neste sábado em busca da vaga olímpica