Waldemar lamenta falta de sorte, mas aguarda estreia de reforços e chegada de Gilmar

Timbu ainda tem quatro atletas para estrear e deve anunciar em breve retorno de velho conhecido

Waldemar deve contar com mais reforços nas próximas rodadasWaldemar deve contar com mais reforços nas próximas rodadas - Foto: Anderson Stevens

Focar no futuro foi a saída do técnico Waldemar Lemos para mostrar uma fagulha de otimismo na evolução do Náutico nesta Série B do Campeonato Brasileiro. Isso porque o presente é extremamente preocupante. Com o quinto jogo sem vitória na competição, o empate em 1x1 com o Oeste, na Arena de Pernambuco, aumento ainda mais a crise alvirrubra em 2017. É na estreia dos reforços e na chegada de um velho conhecido que estão depositadas as esperanças do clube.

“Espero sempre o melhor, não o pior. Estamos trabalhando para isso e precisamos ver o estado dos jogadores que chegaram. Se colocarmos os reforços em condições, nós temos chances de reagir”, afirmou o treinador. Um dos que pode estrear já no próximo final de semana, contra o Internacional, no Beira-Rio, é o meio-campo Giovanni Piccolomo, regularizado nesta terça (6). Waldemar, porém, prega cautela. “Ele é um dos jogadores que nós temos certa preocupação porque ele não chegou no seu melhor estado atlético”, salientou.

Quem está próximo de retornar ao Timbu é o atacante Gilmar, que vestiu a camisa alvirrubra em 2009 e que estava no Itumbiara/GO. Nome que Waldemar aguarda ansiosamente para melhorar o desempenho ofensivo do time. Até o momento, a equipe marcou apenas um gol em cinco jogos.

“Ele é um atacante com quem tive oportunidade de trabalhar em 2009 com o Náutico e também em 2004 no Vitória. Espero que esteja bem para ser utilizado como centroavante”, apontou. Vale citar que o Alvirrubro já acertou as contratações de Iago e Vinícius para o ataque.

Números bons, mas nada de vitórias

Sobre o jogo, Waldemar Lemos se escorou nas estatísticas para frisar que o time merecia a vitória, lamentando também a falta de sorte no lance que originou o gol do Oeste. “Dificilmente você vê um time finalizar 16 vezes, ter 14 escanteios e seis oportunidades claras de gol. Faltou sorte. Eles conseguiram um chute que virou cruzamento e saiu o gol”, lamentou.

Veja também

"Vou pensar se saio ou se fico", diz Felipão após livrar Cruzeiro da Série C
Futebol

"Vou pensar se saio ou se fico", diz Felipão após livrar Cruzeiro da Série C

Empresário Josenildo Dody confirma pré-candidatura à presidência do Santa Cruz
Eleições

Empresário Josenildo Dody confirma pré-candidatura à presidência do Santa Cruz