A-A+

William Alves minimiza desfalque de Ganso e exalta qualidade do Flu

Zagueiro do Santa Cruz destaca que o Fluminense tem elenco para suprir ausência do camisa 10 da equipe do técnico Fernando Diniz

Fluminense x Santa Cruz no Maracanã, pela Copa do BrasilFluminense x Santa Cruz no Maracanã, pela Copa do Brasil - Foto: Lucas Merçon/Fluminense

O Fluminense não pode contar com o meia Paulo Henrique Ganso para o jogo da volta da quarta fase da Copa do Brasil, contra o Santa Cruz, no estádio do Arruda. O ex-Seleção Brasileira machucou a coxa e foi vetado pelo departamento médico do clube. O técnico Fernando Diniz perdeu um dos seus principais jogadores do elenco. O camisa 10 é o responsável pela criação das jogadas do Flu. Questionado sobre a ausência do jogador, o zagueiro William Alves minimizou o desfalque.

“Ganso é um jogador que pode decidir numa única jogada. Ele tem um passe de qualidade e sabe finalizar com precisão. Ele não vindo tem um peso, mas o elenco do Fluminense foi formado para suprir essa ausência, até porque é um clube grande, de Série A. Então, isso não vai diminuir a dificuldade do jogo para a gente. Temos que estar preocupados com todo o mundo”, ponderou o defensor, que vai para o seu sexto jogo seguido como titular.

Um dos grandes nomes dos tricolores cariocas é o atacante Pedro, que voltou aos gramados justamente contra o Santa após oito meses parado por conta de uma grave lesão no joelho direito. Outros destaques da equipe são os atacantes Luciano, artilheiro isolado da Copa do Brasil, com cinco gols, e o colombiano Yony González, além de Everaldo, olindense revelado pelo América/PE. O velho conhecido do futebol pernambucano é o zagueiro Matheus Ferraz, ex-Sport.

Veja também

Breno diz que vai cobrar elenco em 2022: “por amor ou terror, precisamos mudar”
Futebol

Breno diz que vai cobrar elenco em 2022: “por amor ou terror, precisamos mudar”

'Não escuto essas pessoas', diz Hamilton ao rebater consultor da Red Bull
Fórmula 1

'Não escuto essas pessoas', diz Hamilton ao rebater consultor da Red Bull