Youtuber pede desculpas após ser acusado de racismo em tuíte sobre Mbappé

No sábado (30), dia do jogo, Cocielo escreveu, no Twitter, que Mbappé "conseguiria fazer uns arrastão top na praia". O tuíte foi apagado após Cocielo ser acusado de racista por internautas. Segundo Cocielo, o comentário se referia à velocidade de Mbappé,

 Mbappé Mbappé  - Foto: Franck Fife/AFP

Após causar polêmica com um comentário no Twitter sobre Kylian Mbappé, jogador da França que marcou dois gols na vitória por 4 a 3 sobre a Argentina, o youtuber Júlio Cocielo pediu desculpas.

No sábado (30), dia do jogo, Cocielo escreveu, no Twitter, que Mbappé "conseguiria fazer uns arrastão top na praia". O tuíte foi apagado após Cocielo ser acusado de racista por internautas. Segundo Cocielo, o comentário se referia à velocidade de Mbappé, não à sua cor de pele.

"O tuíte foi interpretado de mil formas diferentes e gerou uma enorme discussão. "De qualquer forma, não existe justificativa, isso fez eu me sentir muito mal só de imaginar ter sido uma pessoa escrota. Arrependido e aprendido! Lição pra vida! Nunca mais se repetirá! [...] Peço desculpas publicamente", escreveu Cocielo em nova publicação no microbolg.

Leia também:
Fenômeno francês, Kylian Mbappé iguala feito de Pelé
Mbappé desencanta, França se classifica e elimina o Peru


Cocielo, de 25 anos e natural de Osasco, tem mais de 7 milhões de seguidores no Twitter e mais de 4 milhões de inscritos em seu canal no Youtube. Ele fala principalmente sobre jogos online. Em maio deste ano, ele se casou com a modelo Tata Estaniecki.

Veja também

Espanha goleia Eslováquia e vai às oitavas da Eurocopa
Futebol

Espanha goleia Eslováquia e vai às oitavas da Eurocopa

André prega evolução em sequência como titular
Futebol

André prega evolução em sequência como titular