Zanardi nega suspeita de suborno na base do Corinthians

David L. Rodrigues, pai do jogador Felipe possivelmente teve uma conversa com “Carlos” - um pseudônimo usado pelo pai do treinador.

Marcio Zanardi Marcio Zanardi  - Foto: Divulgação / Agência Corinthians

O ex-técnico do time sub-17 do Corinthians Marcio Zanardi, em entrevista à ESPN Brasil, negou o envolvimento dele e de seu pai em um escândalo nas categorias de base do clube. Na última sexta-feira, o site “GloboEsporte.com” fez a denúncia, acusando Wilson Zaponi, pai do treinador, em negociar suborno com o pai de um atleta para influenciar em escalação em divisões de base do Timão.

Segundo a reportagem, David Lopes Rodrigues, pai do jogador Felipe, então na equipe sub-17 do Corinthians, tem uma conversa com “Carlos” - que seria um pseudônimo usado por Zaponi. No contato, que acontece no Rio de Janeiro, ele pede R$ 50 mil para que o jogador tivesse mais chances no time do Corinthians. Aliada a denuncia há um comprovante de depósito de R$ 20 mil feito pelo pai de Felipe a Zaponi.

Zanardi, no entanto, se defende. Ele afirmou que o pai vendeu terrenos, e o dinheiro não tem a ver com futebol. “Meu pai é uma pessoa idônea, um empresário, uma pessoa independente com a vida estabelecida financeira. Uma pessoa honesta. Envolveram meu pai num escândalo sem escrúpulos. Estou indignado”, disse em entrevista a ESPN Brasil. “(Meu pai) vai buscar no extrato, como foi, quem fez. É do interesse dele. Realmente apareceu um depósito, mas fica pejorativo, fica no ar, você joga e não sabe o que é. Isso não se faz”, completou.

Veja também

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno
Sport

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno

Comitê Olímpico Francês cita condições "extremamente difíceis" para atletas que não se vacinarem
Olimpíadas

Comitê Olímpico Francês cita condições "extremamente difíceis" para atletas que não se vacinarem