NEGÓCIOS

BYD aumenta investimento na montadora baiana para R$ 5,5 bilhões

Os primeiros veículos serão montados com peças importadas da China em 2024

Terreno onde será construída a futura montadora da BYD no Polo de Camaçari, na Bahia.Terreno onde será construída a futura montadora da BYD no Polo de Camaçari, na Bahia. - Foto: BYD/Divulgação

A diretoria da montadora chinesa BYD anunciou o aumento do investimento de R$ 3 bilhões para R$ 5,5 bilhões na fábrica de veículos que a empresa está implantando no Polo de Camaçari, na Bahia. Isso significa um aumento de 83% do que foi anunciado inicialmente. O incremento dos investimentos vai contribuir para que a empresa acelere a futura fabricação de carros elétricos no Brasil.

Junto com o aumento dos investimentos, a diretoria da empresa anunciou a construção também de cinco prédios residenciais, que serão destinados aos funcionários da fábrica. Os empreendimentos ficarão a 3,5 km de distância do complexo, em uma área de aproximadamente 81 mil m² e terão a capacidade de abrigar 4.230 pessoas.

“Nos últimos 30 anos, pouco foi investido no setor automotivo no Brasil. Mas a chegada da BYD mexeu com o mercado e agora várias outras montadoras estão anunciando investimentos para o longo prazo. Importante ressaltar que os nossos R$5,5 bilhões serão investidos num curto espaço de tempo. Nós queremos acelerar as obras para logo ter os primeiros carros produzidos na Bahia”, disse a vice-presidente mundial da BYD, Stella Li num evento que ocorreu na segunda-feira (18). Ela estava acompanhada do conselheiro especial da BYD, Alexandre Baldy.

Em janeiro, a empresa anunciou que dobraria a quantidade de empregos, gerando 10 mil postos de trabalho. Quando foi anunciada, a planta empregaria cerca de 5 mil pessoas. A fábrica está se instalando no Polo de Camaçari que vai voltar a ser um importante polo automotivo com a implantação da BYD. A região estava sem uma montadora desde que a fábrica da Ford paralisou as suas atividades em janeiro de 2021.

Primeiros veículos da BYD montados no Brasil

A previsão é de que os primeiros veículos da BYD comecem a ser montados no complexo baiano com peças importadas da China até o fim de 2024. A partir de 2025, os carros devem ter 25% de componentes produzidos no Brasil. No primeiro momento, a fábrica baiana terá capacidade instalada de produzir 150 mil veículos por ano. Numa segunda etapa, pode chegar a 300 mil carros anuais. A unidade baiana vai ser a primeira fábrica de veículos da montadora chinesa fora da Ásia.

O complexo industrial vai se instalar numa área total de 4,6 milhões de m² adquiridos ao Governo da Bahia por R$287.816.458,00. Na primeira etapa das obras, serão 26 novas instalações entre galpões de produção, pista de testes e outras estruturas que vão ocupar uma área de cerca de 1 milhão de m².

A BYD chegou ao Brasil em 2013. Atualmente, é líder na comercialização de veículos elétricos no Brasil e atua também na fabricação de tecnologia de energia solar. No País, a empresa possui fábricas de montagem de chassis de ônibus 100% elétricos e de produção de módulos fotovoltaicos, ambas localizadas em Campinas, no interior de São Paulo.

No Polo Industrial de Manaus (AM), a empresa tem uma unidade dedicada à produção de baterias de fosfato de ferro-lítio. A companhia também importa empilhadeiras, paleteiras, rebocadores e caminhões para o Brasil, todos 100% elétricos. A companhia é responsável por um projeto de SkyRail (monotrilho) na cidade de São Paulo (SP), que é a linha 17 – Ouro do metrô.

*Com informações da BYD

Leia mais notícias no Movimento Econômico

Indústria automobilística: qual o impacto do 3º ciclo de investimentos no NE?

BYD inicia obras em Camaçari com investimentos de R$ 3 bilhões

Veja também

Di2win cresce em função da demanda por serviços de IA
NEGÓCIOS

Di2win cresce em função da demanda por serviços de IA

Masterboi anuncia rastreabilidade completa de seus bovinos
Agronegócio

Masterboi anuncia rastreabilidade completa de seus bovinos

Newsletter