Sérgio Rangel

Biólogo pede celular novo à Samsung, mas a ajuda vem da concorrente Xiaomi

Apesar do engajamento dos internautas no pedido por um celular Samsung novo, a resposta não foi exatamente o que se esperava

O biólogo Sérgio Rangel usou o seu smartphone da Samsung por cinco anosO biólogo Sérgio Rangel usou o seu smartphone da Samsung por cinco anos - Foto: Reprodução/Twitter

O biólogo Sérgio Rangel, famoso na internet por criar conteúdo sobre animais silvestres e meio ambiente, pediu ajuda à Samsung através do Twitter para conseguir um aparelho novo, quando o seu parou de funcionar. No entanto, a assistência veio da concorrente chinesa, Xiaomi.

O vídeo com o pedido foi publicado no domingo (21), em que Sérgio solicitou o engajamento dos internautas para chamar atenção da Samsung usando a hashtag ‘#SamsungAjudeoSergioRangel’.

“Todo mundo sabe da dependência que a gente tem hoje de um aparelho celular. Todo mundo precisa. Eu preciso muito de um aparelho celular principalmente porque eu gravo meus vídeos para o YouTube com o celular”, disse Rangel.

A perda do smartphone, que ele usou por cinco anos, afeta diretamente a realização do trabalho do biólogo, que também registra animais e artrópodes que visitam sua casa, que fica numa área de Mata Atlântica.

Entretanto, apesar da ajuda de seus seguidores, a situação terminou de uma forma inesperada. A resposta da empresa sul-coreana também veio pela rede social: ela solicitou que o biólogo fizesse uma proposta de campanha.

“Me envie uma DM com uma proposta de campanha, e eu envio pro time responsável. Pode ser?”, escreveu a Samsung Brasil.

Após o ocorrido, a Xiaomi Brasil logo apareceu na conversa para atender o desejo de Sérgio. “Meu estoque de mimos está baixo, mas minha missão é inovar para todos e isso também significa incentivar a ciência e a educação”, escreveu a companhia em resposta à postagem do biólogo. “Vamos combinar essa entrega por DM?”, completou.

Na manhã da terça-feira (23) a interação entre as empresas e o biólogo ainda repercutiam nas redes. Um tweet com prints da conversa, e com a legenda “a surra que a Xiaomi deu na Samsung” rendeu mais de 47 mil curtidas.

Em desabafo ainda na segunda-feira (21), o biólogo escreveu que sentia “por ser um professor e não ex-BBB”.

Sérgio ainda publicou um vídeo onde fez críticas à empresas que não dão apoio a cultura, conhecimento e educação.

O posicionamento da Samsung também rendeu críticas dos internautas. Uma delas escreveu: “Um divulgador científico com anos de carreira deu a cara a tapa pedindo um celular novo pra Samsung porque o dele quebrou. A resposta da marca foi ‘não vai rolar, mas manda uma proposta de campanha que a gente vê’. Se fosse um influencer de dancinha ganhava o aparelho mais caro.”

 

Veja também

Corpo de mulher é encontrado na boca de um crocodilo no Texas
EUA

Corpo de mulher é encontrado na boca de um crocodilo no Texas

ONU presta controversa "homenagem" ao falecido presidente iraniano Raisi
mundo

ONU presta controversa "homenagem" ao falecido presidente iraniano Raisi

Newsletter