chuvas em Pernambuco

Bombeiros encontram mais seis vítimas e encerram buscas em Jardim Monte Verde; mortes somam 106

A informação foi atualizada pelo Corpo de Bombeiros

Chuvas no RecifeChuvas no Recife - Foto: Sergio Maranhão/AFP

Chegou a 106 o número de mortos em decorrência das fortes chuvas em Pernambuco. A informação foi atualizada pelo Corpo de Bombeiros, que localizou, no início da tarde desta terça-feira (31), os corpos de mais seis vítimas de deslizamentos.

Três pessoas foram encontradas na Vila dos Milagres, no bairro do Barro, Zona Oeste da capital, e outras três em Jardim Monte Verde, entre Jaboatão dos Guararapes e Recife. Nesta última localidade, os trabalhos de buscas se encerram, pois todos os desaparecidos foram encontrados.

Por volta das 14h, os bombeiros de Pernambuco, junto com as equipes de outros estados e auxiliados por cães de busca, encontraram as vítimas.

Os corpos estão sendo encaminhadas ao Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife, onde serão feitas as perícias para identificação, assim como acolhimento e apoio aos familiares. Equipes de tanastoscopia do instituto já estão de prontidão para a realização desse trabalho, infomrou o Corpo de Bombeiros.
 

Com os corpos encontrados, caiu de 16 para 10 o número de desaparecidos, sendo 8 pessoas já identificadas e outras duas estão sendo investigadas, já que os informes ainda são imprecisos.

“Os trabalhos prosseguem sem descanso até que todos sejam encontrados. Com o encerramento de mais um local de buscas, concentramos esforços e efetivo nas outras três áreas de deslizamento, que são Vila dos Milagres, Areeiro e Curado IV, além de Jaboatão Centro e Paratibe (Paulista), onde procuramos duas pessoas possivelmente levadas pelas enchentes”, informou o secretário de Defesa Social, Humberto Freire.

Veja também

Alimentos úmidos: mais hidratação e nutrição na dieta de um pet
Folha Pet

Alimentos úmidos, como sachês e patês, fornecem mais hidratação e nutrição

Rússia quer conectar usina de Zaporizhzhia à Crimeia, diz operador ucraniano
Guerra

Rússia quer conectar usina de Zaporizhzhia à Crimeia, diz operador ucraniano