Animais

Conselho de Biologia alerta sobre ilegalidades do tráfico de animais silvestres em live

Debate virtual está marcado para o dia 03/11, no canal do CRBio 5ª Região no YouTube, às 20h

TucanoTucano - Foto: Divulgação

O tráfico de animais silvestres é considerado a terceira maior atividade ilícita praticada no mundo. No Brasil, estima-se que cerca de 38 milhões de exemplares silvestre são retirados da natureza para serem comercializados, de acordo com Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres (Renctas). Com o objetivo de alertar sobre a ilegalidade tanto ambiental como do comércio, o Conselho Regional de Biologia (CRBio-05) promoverá uma live a respeito do assunto, no dia 03 de novembro (quarta-feira), às 20h, no canal do CRBio 5ª Região no YouTube.  

Com mediação do Biólogo e professor Wallace Rodrigues Telino Júnior (CRBio 19.656/05-D), da Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (UFAPE), o debate contará com os palestrantes, Biólogo Yuri Marinho (CRBio 67.915/05-D), gestor do Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), André Maia (CRBio 107.742/05-D), Biólogo e professor de biologia, e o também Biólogo Hugo Fernandes (CRBio 67.339/05-D), professor da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

“Vamos argumentar sobre o mercado clandestino de animais silvestres, que é o terceiro mais lucrativo a nível mundial. O grande propósito desse encontro virtual é fazer um alerta em relação a perda de biodiversidade e que também só há tráfico porque tem quem compre. Se não tivéssemos compradores esse mercado não seria fomentado”, explica André Maia.

A realização da live também tem como finalidade a conscientização contra o tráfico de animais silvestres. “Além de ser uma prática criminosa, também prejudica diretamente a biodiversidade”, reforça Wallace Rodrigues, responsável pela mediação.

A caça, por exemplo, é outra ameaça aos animais silvestres. “O debate é um momento oportuno para reforçar que essa prática ocasiona a morte de dezenas de milhões de toneladas de animais por ano no país. A interação constante com exemplares silvestre através da caça e comércio ilegal é negativa, sobretudo descontrolada”, comenta Hugo Fernandes.

Para o encontro virtual, o palestrante Yuri Marinho comentará sobre o trabalho de tratamento e readaptação dos animais silvestres. “Os animais que precisam de assistência são vítimas, justamente, dos processos de urbanização e ocupação humana.  Assim que ganham a liberdade, os animais vão em busca de um lar para cumprir seu papel na natureza, entre os quais, manter o equilíbrio do ecossistema”, finaliza Yuri.  

Veja também

Lembra quando Bolsonaro era o fascista?', questiona filho de John Lennon, Sean Ono
Política

Lembra quando Bolsonaro era o fascista?', questiona filho de John Lennon, Sean Ono

Estudo indica que bonobos são mais agressivos do que se pensava
Bonobos

Estudo indica que bonobos são mais agressivos do que se pensava

Newsletter