PANDEMIA

Pernambuco: em eventos a partir de 300 pessoas, será exigido teste negativo para Covid-19

Coletiva do governo de Pernambuco falando das novas medidas para enfrentamento da Covid-19Coletiva do governo de Pernambuco falando das novas medidas para enfrentamento da Covid-19 - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Pernambuco terá medidas de restrição de algumas atividades a partir desta sexta-feira (14). Após reunião do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19, o Governo do Estado anunciou nesta terça-feira (11) mais especificidades de redução das atividades, que será válida até dia 31 de janeiro. Os eventos sociais, como formatura e casamento, e os jogos de futebol seguirão as mesmas medidas que os eventos culturais. O detalhamento foi feito em coletiva de imprensa, na sede do governo estadual.

Dessa forma, a capacidade máxima para os locais é de até 50% ou até 3 mil pessoas para lugares abertos e de até mil para lugares fechados, o que for menor. Além disso, será exigido passaporte vacinal, com duas doses ou dose única para pessoas de até 54 anos e de dose de reforço para pessoas acima de 55 anos que possam ter tomado o reforço. Haverá ainda a exigência da apresentação do teste negativo para Covid-19, sendo 24 horas de antecedência para exames de antígeno e 72 horas para exames de RT-PCR.

A exigência do teste negativo para a Covid-19, explicou o governo, será para qualquer evento, seja cultural ou social, que tenha a partir de 300 pessoas no ambiente. Ou seja, vale para cinema, teatro, museu, formatura, casamento, show.

Para cinemas, teatros e museus, além de também ser necessária a apresentação do passaporte vacinal e o teste negativo no detalhamento citado acima, o distanciamento entre as pessoas deve ser de 1 metro, para quem não é do mesmo núcleo familiar.

Para serviços de alimentação, como bares, restaurantes e lanchonetes, e também alimentação dentro de shoppings e centros comerciais, a capacidade máxima será de 20 pessoas por mesa, além da apresentação do passaporte vacinal, que deve ser mostrado diretamente ao estabelecimento no ato da compra.

O passaporte pode ser emitido no Conecte SUS e, para quem tomou a vacina na capital pernambucana, no Conecta Recife.

“Para quem quiser acessar os serviços onde a retirada da máscara é recorrente, esse é o critério fundamental que nós estamos utilizando. A retirada da máscara é recorrente nos serviços de alimentação, em bares, restaurantes, em lanchonetes, em locais de eventos, por isso nós estaremos exigindo o comprovante de vacinação”, explicou o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo.

O secretário ainda informou que vai haver reforço na fiscalização para que as medidas restritivas sejam cumpridas. “Para garantir que sejam cumpridas, nós vamos reforçar a nossa fiscalização nesses espaços, sejam de alimentação, sejam de eventos”, disse André Longo.

“O que vai dizer como iremos enfrentar essa nova cepa Ômicron deverá ser exatamente nossa vacinação. Se a população estiver vacinada, temos tudo para enfrentar de maneira mais simples, ainda que com todos os cuidados”, registrou o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes.

Veja também

Pontes do Recife recebem nova pintura; veja imagensRevitalização

Pontes do Recife recebem nova pintura; veja imagens

Parado na Lei Seca, Adriano Imperador se recusa a fazer teste do bafômetroRio de Janeiro

Parado na Lei Seca, Adriano Imperador se recusa a fazer teste do bafômetro