60% das vítimas de estupro em PE têm entre 0 e 17 anos

De janeiro a agosto deste ano foram 678 casos entre menores de 18 anos

Com amor, Simon Com amor, Simon  - Foto: Divulgação

As maiores vítimas de estupro no Estado são as crianças e adolescentes. A faixa de idade de 0 a 17 anos concentra 60% das queixas policiais do crime. De janeiro a agosto deste ano foram 678 casos entre menores de 18 anos, contra 448 entre 18 anos a maiores de 65, numa soma global de 1.126 queixas de estupro. Segundo os dados da Secretaria de Defesa Social (SDS), já são 561 meninas e 117 meninos abusados. A mais recente vítima desse cenário alarmante da infância e adolescência foi um menino de 8 anos, violentado em via pública na madrugada da última terça-feira (4), em Caruaru, no Agreste pernambucano. O crime foi registrado por câmeras de videomonitoramento da SDS.

De acordo com os relatos da mãe à polícia, a criança fugiu da casa com outros dois irmãos, de 10 e 12 anos. Ainda segundo ela, que diz ter oito filhos, o menino abusado tinha o hábito de sair de casa sem avisar. O delegado Eduardo Sunaga relatou que será necessário apurar melhor os motivos que faziam as crianças deixarem a residência. “Isso foi dito pela mãe. A gente não tem ainda como comprovar qual a situação. O que foi dito por ela é que o menino tinha o costume de fugir. Inclusive, ela já teria entrado em contato com o Conselho Tutelar para auxiliá-la. É preciso aprofundar para saber se há abandono ou outra situação”, comentou. 

O crime aconteceu na antiga Estação Ferroviária da cidade, por volta das 3h da madrugada. Nas imagens, o garoto aparece sem os irmãos e na companhia de Alexandre Ferreira da Penha, 32 anos, que foi preso em flagrante. É possível visualizar toda a violência, o que para a polícia é prova suficiente do crime.

Pelo levantamento do delegado, o suspeito não tem antecedentes criminais e seria usuário de crack. O inquérito deverá ser concluído em até dez dias pela primeira delegacia de Caruaru. 

O gestor do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente de Pernambuco (DPCA), Ademir de Oliveira, comentou que os estupros nessa etapa da vida têm algumas nuances específicas. Principalmente quando a vítima é menor de 14 anos, situação em que o abusador leva em conta a condição de vulnerabilidade e de proximidade com a criança ou adolescente. “A maioria dos casos de violência sexual é intrafamiliar. É o caso em que a criança e o adolescente é abusado pelo pai, padrasto ou outras pessoas da relação de confiança, de familiaridade dela”, comentou.

 

Veja também

Jornalista mexicano é assassinado na fronteira com os EUA, o sexto em 2020
Mundo

Jornalista mexicano é assassinado na fronteira com os EUA, o sexto em 2020

Astrônomos detectam planeta errante do porte da Terra vagando pela Via Láctea
Universo

Astrônomos detectam planeta errante do porte da Terra vagando pela Via Láctea