"A gente espera que ele seja preso", diz tia de uma das vítimas que morreu atropelada em Boa Viagem

Declaração foi dada após o indiciamento do empresário Pedro Henrique Villacorta por duplo homicídio doloso

Tia de Adriano Francisco da Silva, de 19 anosTia de Adriano Francisco da Silva, de 19 anos - Foto: Jedson Nobre/Folha de Pernambuco

Após a conclusão do inquérito policial que indiciou um empresário por duplo homicídio doloso (quando há intenção de matar), a tia de uma das vítimas que morreu atropelada no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, espera que Pedro Henrique Machado Villacorta, de 28 anos, que dirigia sob efeito de álcool, seja preso. "Recebo a notícia com satisfação e alívio, mas, agora, a gente espera que ele seja preso", comentou Débora Conceição da Silva, tia de Adriano Francisco da Silva, de 19 anos.

A conclusão do caso foi apresentada na manhã desta terça-feira (22) pelo delegado Newson Motta, da Delegacia de Delitos de Trânsito. A tia de Adriano informou que a avó do rapaz morreu no último dia 25. Segundo Débora, a mulher sofria de depressão desde a morte do neto. "A gente sofreu muito, mas a gente sabe que ele vai ser punido. A gente espera que ele seja preso porque ele é assassino", declarou a mulher, que disse que não se abateu com a notícia de que o delegado já havia pedido a prisão preventiva, mas que a Justiça negou a solicitação.

Além de Adriano, Isabela Cristina de Lima, de 26 anos, também morreu atropelada no acidente. O crime aconteceu no dia 13 de agosto deste ano. De acordo com o delegado, Pedro Henrique dirigia um Sandero e teria matado os dois, que moravam na Comunidade Entra Apulso e estavam na calçada quando foram atingidos pelo veículo desgovernado.

 

Veja também

Pastor e fiel morrem por afogamento após batismo em represa da Grande SP
Tragédia

Pastor e fiel morrem por afogamento após batismo em represa da Grande SP

Nasa anuncia descoberta inédita de água na superfície da Lua iluminada pelo Sol
Descoberta espacial

Nasa anuncia descoberta inédita de água na superfície da Lua iluminada pelo Sol