A relação entre os Antidiabéticos e o Emagrecimento

O acúmulo de gordura tem como causa comum o excesso de insulina no nosso sangue, produzido em decorrência do uso excessivo de açúcares refinados e gorduras saturadas

Rafael Coelho, e-mail: contato@rafaelcoelho.med.br | Instagram: @drrafaelcoelho | Facebook: /rafaelcoelhoRafael Coelho, e-mail: [email protected] | Instagram: @drrafaelcoelho | Facebook: /rafaelcoelho - Foto: Folha de Pernambuco

Olá leitores e internautas que acompanham a coluna de Saúde e Bem-Estar.

Quando falamos em emagrecimento, entramos em um assunto que deixa muitas dúvidas e mitos sobre o processo como ocorre. Inúmeras promessas para combater o ganho de peso, fórmulas mágicas e procedimentos. Para se ter ideia, se digitássemos no Google "fórmulas para emagrecimento" há 10 anos teríamos 50 vezes menos criações para a perda de peso. Parece existir uma necessidade de criação de tentativas que combatam o acúmulo de gordura. No entanto, nada disso supera os bons hábitos de vida, que incluem alimentação equilibrada, sono de qualidade, intestino regulado e atividade física (os 4 pilares da Saúde ). Sabemos que o acúmulo de gordura é multifatorial e inclusive citei aqui em outra oportunidade sobre o intestino e o ganho de peso. Hoje trago para vocês algo que é bastante utilizado por nós Médicos, na tentativa de intervir no ganho de peso.

Saliento que o acúmulo de gordura tem como causa comum o excesso de insulina no nosso sangue, produzido em decorrência do uso excessivo de açúcares refinados e gorduras saturadas. Uma pessoa que se alimenta dessa forma rotineiramente eleva a taxa de açúcar no sangue e predispõe ao fenômeno da Glicação, responsável por desregular a comunicação entre os receptores celulares e os seus hormônios específicos. Dessa maneira, a insulina, por exemplo, não consegue uma boa comunicação com o seu receptor e não exerce bem a sua função. Então, o pâncreas (órgão produtor deste hormônio) exagera na liberação de mais insulina no sangue, isso leva à Resistência a Insulina e com isso o seu organismo tem capacidade aumentada de acumular gordura. Entendendo esta situação, os antidiabéticos foram medicações criadas para regular esta fisiologia que é concentrada na Resistência a Insulina.

Um deles muito utilizado é o Liraglutida, que simula o hormônio GLP-1 do seu corpo que melhora a sensibilidade a insulina, ou seja, a atuação da insulina ao seu receptor. Assim, não há acúmulo excessivo de gordura corporal. Por isso, crescem cada vez mais estudos voltados a utilização dos antidiabéticos no tratamento da Obesidade, pois é um fato que existe uma grande dificuldade de emagrecer com a insulina alta no seu organismo. Para utilização desse tipo de medicamento é essencial uma consulta com um médico que avaliará sinais e sintomas de Resistência a Insulina, como a Acantose Nigricans ( manchas características na pele em região de dobras ), gordura abdominal em excesso e fome aumentada. Ademais, serão solicitados exames específicos para confirmação diagnóstica e assim o tratamento será proposto. Assim, atualmente cresce cada vez mais uma relação entre o uso de antidiabéticos e o emagrecimento. Essa foi a dica de hoje. Siga-me nas redes sociais e fique sempre atualizado com informações sobre saúde e bem-estar. Obrigado e até o próximo encontro.

Pílulas de informação

Cuidado com a “doença do beijo” no carnaval
A infectologista Andrezza de Vasconcelos alerta sobre o risco de contrair a mononucleose infecciosa, mais conhecida como "doença do beijo", no carnaval. A doença é transmitida por meio da saliva, em que o vírus se desenvolve depois de um período de incubação de até 45 dias. Alguns dos fatores que influenciam a transmissão são más condições de higiene e grande concentração de pessoas em espaços pequenos. Fadiga, dor de garganta, tosse, inchaço dos gânglios musculares e perda de apetite são alguns dos sintomas.

Plástica sem cirurgia para tratamento facial
Para o cirurgião plástico Paulo Hypacio, o tratamento americano Silhouette Soft é um dos mais procurados entre as pernambucanas. Segundo o médico, o procedimento redefine os traços, reduz rugas e restaura o volume facial. É realizado em menos de 1 hora, sem cirurgia ou internação e proporciona um rosto definido com efeito natural e duradouro.

Dose da saúde

Márcia Samppayo

 

Cantora Márcia Samppayo cuida da saúde para não perder o fôlego no carnaval



"Minha dose diária de saúde é realizar treinos na academia com muita musculação e corrida para melhorar a função cardiorrespiratória e não perder o fôlego. Também tenho uma alimentação rica em proteínas e fibras mais um suplemento vitamínico. Nos dias de folia para puxar o trio elétrico não dispenso o carboidrato para dar muita energia e as frutas que não podem faltar."

Lancheira
Volta às aulas com dicas saudáveis para a lancheira da criançada

Larissa Branco

Larissa Branco, nutricionista - Foto: Cortesia


Livre seus filhos das opções de lanches gordurosos, cheio de conservantes, pobres em nutrientes e comece a preparar a lancheira da criança em casa, com alimentos saborosos e saudáveis. É desde criança que se aprende a comer bem ou não. Por isso é válido gastar seu tempo orientando os seus pequenos a escolher uma comida boa e que não tenha cor e sabor artificial.

1) A lancheira ideal deve conter algo para beber, como um suco feito da própria fruta, de preferência sem adoçar, corra dos sucos de caixinhas a grande maioria contem conservantes e aditivos químicos; chá, iogurte, água de coco ou vitamina de frutas;

2) Frutas é sempre uma opção saudável, se possível consumir as orgânicas e as da época;

3) Mix de oleaginosas ,uma ótima fonte de gordura boa;

4) Barrinha de cereal, opção rica em fibras e baixo teor de gordura saturada, excluir as que contem açúcar;

5) Iogurte;

6) Frutas secas;

7) Milho cozido;

8) Pipoca de milho, não consumir a opção de saquinho preparada no micro-ondas ;

9) Biscoitos caseiro de aveia;

10) Pão integral com requeijão ligth.
Papais, vamos pôr em prática as dicas dadas e preparar as lancheiras dos pequenos de forma saudável para a volta às aulas. Larissa Branco é Nutricionista

 

E-mail: [email protected]
Instagram: @rafaelcoelhomed
Facebook: /rafaelcoelhomed 

* Rafael Coelho (CRM: 23943/PE) é médico pós-graduado em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) e atualização em Prática Ortomolecular. Atende em consultório particular na Clínica de Estética Contornare, no Recife. Atua nas seguintes áreas: Performance Esportiva, Distúrbios Metabólicos, Emagrecimento, Hipertrofia, Longevidade, Bioimpedância. É Diretor da Comissão de Saúde e Performance da Federação Estadual de Fisiculturismo (IFBB-PE).

* A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas. 

Veja também

Paulo Skaf, que se reuniu com Bolsonaro, está com Covid-19
Bolsonaro

Paulo Skaf, que se reuniu com Bolsonaro, está com Covid-19

Três homens assaltam trem em Jaboatão dos Guararapes

Três homens assaltam trem em Jaboatão dos Guararapes