A-A+

Abrigo noturno vai acolher moradores em situação de rua no Recife

Inaugurado na manhã desta terça-feira (24) pela Prefeitura do Recife, o espaço localizado no bairro de São José atenderá até 100 pessoas

Inauguração do Abrigo Noturno Irmã Dulce dos PobresInauguração do Abrigo Noturno Irmã Dulce dos Pobres - Foto: Jose Britto/Folha de Pernambuco

Inaugurado na manhã desta terça-feira (24), o Abrigo Noturno Irmã Dulce dos Pobres vai atender até 100 pessoas em situação de rua no Recife. Localizado na Travessa do Gusmão, bairro de São José, no Centro da cidade, o espaço funcionará das 19h às 7h e conta com espaços de convivência, banheiros e dormitórios. A iniciativa faz parte do Programa Chegando Junto, criado pela Prefeitura do Recife para garantir assistência à população mais vulnerável, combater a pobreza e estimular a geração de renda.

Joelson Gomes da Silva, 31 anos, vive em situação de rua há cerca de 20 anos. Natural de Sapé, na Paraíba, ele chegou à capital pernambucana há um ano. "Perdi pai e mãe aos 10 anos de idade. Depois que minha família começou a me humilhar, saí de casa, sem destino", recorda. Ele conta que já sofreu um atentato na rua e quase foi assassinado. "O abrigo será uma ajuda muito grande. À noite, teremos um lugar para ficar em segurança. Vamos poder tomar um banho sossegado, para dormir sem a preocupação de chegar alguém para fazer maldade com a gente", disse.

Leia também:
Restaurante Popular oferece almoço gratuito para pessoas em situação de rua
Encontro reúne profissionais de assistência social do Estado


O acesso ao abrigo será controlado por catraca, liberada após confirmada a identificação, previamente elaborada por equipes da Secretaria Executiva de Assistência Social. O cadastramento irá permitir aos frequentadores o devido acompanhamento psicossocial, já que o espaço contará com a presença de psicólogos, assistentes sociais e cuidadores. Além disso, ações coletivas poderão ser realizadas no espaço para viabilizar serviços relacionados à saúde, segurança e políticas sobre drogas. O local conta com seguranças.

Leia também:
Restaurante Popular oferece almoço gratuito para pessoas em situação de rua


No abrigo, os usuários receberão kits de higiene pessoal para utilizarem nos banheiros. Há ainda espaços para guardar pertences pessoais, mas não será permitida a entrada de materiais cortantes de qualquer natureza. "O trabalho é tentar fazer a volta do convívio familiar, social, a empregabilidade, a renda. Com o empobrecimento da população brasileira, 14 milhões de pessoas entraram na faixa de pobreza, o desemprego prolongado, a gente está vendo a população de rua crescer no Brasil inteiro. Então, são necessárias políticas adicionais", disse o prefeito do Recife, Geraldo Julio.

Veja também

China quer limitar a menos de 20% uso de energias fósseis até 2060
Mundo

China quer limitar a menos de 20% uso de energias fósseis até 2060

Covid volta a preocupar europeus, e governos já retomam restrições
Coronavírus

Covid volta a preocupar europeus, e governos já retomam restrições