Abrigo promove feira de adoção de cães neste sábado em Boa Viagem

Evento acontecerá das 11h às 16h, em Boa Viagem, com cerca de 20 cães disponíveis para adoção responsável

Zeus, de seis meses, se dá bem com crianças e outros animaisZeus, de seis meses, se dá bem com crianças e outros animais - Foto: Victor Muzzi/Divulgação/Abrigo Seu Alberto

Referência no resgate e cuidado de animais abandonados e em situação de risco, o Abrigo Seu Alberto realiza, neste sábado (3), mais uma feira de adoção. Cerca de 20 cães, a partir de dois meses de idade, estarão esperando por uma família no petshop Pet Food Shopping, localizado na Rua Rio Azul, 190 B, no bairro de Boa Viagem - próximo ao restaurante Tio Pepe. O evento acontecerá das 11h às 16h.

Em atividade desde 2004, o abrigo acolhe, atualmente, 90 cães que demandam um gasto mensal de cerca de R$ 7 mil. Como vive exclusivamente de doações, é preciso encontrar novos lares para os cachorros a fim de diminuir despesas e, assim, conseguir ajudar outros animais que necessitam de ajuda. No momento, por estar em superlotação, o lar não tem capacidade para receber nenhum animal.

Antes de adotar, porém, é preciso estar atento a critérios importantes. “Para adotar, a pessoa precisa ser maior de idade e passar por uma entrevista, na qual faremos algumas perguntas básicas para nos certificarmos que o animal será bem cuidado. Depois, assina-se um termo de responsabilidade”, explica a voluntária do abrig, Renata Lima. O cuidado é para diminuir os riscos de uma devolução, o que pode causar traumas no cão.

Na feira, antes de bater o martelo da adoção, é possível conhecer o perfil de cada animal disponível, como porte, idade e, principalmente, a personalidade.  “Ao adotar, a pessoa precisa ter a consciência que esse animal vai fazer parte da família,. Serão necessários alguns cuidados básicos que vão exigir certo custo. Além disso, antes da adoção, a pessoa precisa refletir se podem ocorrer grandes mudanças em sua vida, como uma gravidez, uma mudança de residência, uma separação… O animal não deve ser descartado em nenhuma dessas hipóteses”, acrescentou Renata.

Contribuições
Quem não tem interesse ou condições de adotar um animal pode ajudar o Abrigo Seu Alberto de outras maneiras. Durante a feira, por exemplo, estarão à venda camisas alusivas ao abrigo, no valor de R$ 35. O custo é revertido para a castração dos cães.

Outra forma é através da doação de ração, produtos de limpeza geral e itens de higiene para os animais, que podem ser entregues também no local. “Caso alguém se interesse em doar ração, pedimos que entrem em contato com a gente pelas redes sociais ou WhatsApp para saber as marcas que eles consomem. Caso queiram ajudar de outra forma ou financeiramente, também podem entrar em contato com a gente pelas redes sociais que por lá passamos nossas contas bancárias”, pontuou a voluntária.

É possível encontrar mais informações sobre o Abrigo Seu Alberto nas páginas oficiais do Instagram e do Facebook. Confira abaixo uma galeria com alguns dos animais que estarão no evento deste final de semana. 

Veja também

Rio não terá desfile de blocos de rua no carnaval de 2021
carnaval

Rio não terá desfile de blocos de rua no carnaval de 2021

Brasileira está entre as vítimas de atentado na França, informa Itamaraty
internacional

Brasileira está entre as vítimas de atentado na França