Jaboatão

Ação apreende roupas falsificadas que eram vendidas pela internet e prende administrador em Jaboatão

As roupas contrabandeadas apreendidas correspondem ao valor de R$ 1,5 milhão

Carga foi apreendida durante a operaçãoCarga foi apreendida durante a operação - Foto: Divulgação/Receita Federal

Uma operação conjunta da Receita Federal com a Polícia Civil de Pernambuco, deflagrada na tarde de quinta-feira (26), apreendeu três toneladas de roupas contrabandeadas, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. 

A mercadoria foi encontrada em depósito da loja virtual que vendia as roupas pelas redes sociais há dois anos. O administrador das vendas online foi preso em flagrante. O nome do contraventor não foi divulgado. A operação fo nomeada de Prazeres. 

As roupas apreendidas correspondem ao valor de R$ 1,5 milhão, de acordo com o auditor-fiscal João Bosco Brito, da Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal na 4ª Região Fiscal.

O auditor-fiscal destaca que os produtos falsificados não têm as mesmas garantias dos originais, além de não atender as especificações técnicas de fabricação, higiene e segurança. Eles podem causar mal à saúde do consumidor, não recolhem tributos, provocam a concorrência desleal e muitas vezes podem estar financiando o crime organizado.

A Operação Prazeres contou com a participação de cinco servidores da Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal do Recife (Direp) e dez policiais da Delegacia do Consumidor da Polícia Civil de Pernambuco (Decon). 

Veja também

Cachorro morre após falha no transporte de companhia aérea; animal foi encontrado sem vida em SP
negligência

Cachorro morre após falha no transporte aéreo; animal foi encontrado sem vida em SP

Bolsa Família reduz pobreza na primeira infância, mostra estudo
programa

Bolsa Família reduz pobreza na primeira infância, mostra estudo

Newsletter