Ação de combate ao fumo traz atividades gratuitas em Olinda

No município, o programa de controle ao tabagismo ocorre quadrimestralmente, quando são formados grupos de até 15 pessoas

O município de Olinda possui 13.238 tabagistas.O município de Olinda possui 13.238 tabagistas. - Foto: André Nery/Arquivo Folha

Uma ação celebrou o Dia Nacional de Combate ao Fumo com uma série de atividades na manhã desta quinta-feira (29) no Centro de Apoio Psicossocial (Caps) do Bairro Novo, em Olinda, região metropolitana do Recife. A iniciativa, voltada para fumantes ou ex-fumantes, tem o objetivo de expor os malefícios do tabagismo para a saúde dos diferentes setores do corpo. O evento, que conta com palestras e orientações, é parte de um trabalho maior que acontece desde 2014.

No município, o programa de controle ao tabagismo ocorre quadrimestralmente, quando são formados grupos de até 15 pessoas que são acolhidas e têm acesso a sessões estruturadas que debatem o Manual do Tabagismo, preconizado pelo Ministério da Saúde e pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca). Ainda, o grupo também recebe orientações e tratamento medicamentoso, de acordo com a ordenação do tratamento.

Leia também:
OMS: Brasil é exemplo para o mundo no combate ao tabagismo
Comissão do Senado aprova proibição de propaganda de cigarros até nos pontos de venda

Para Jully Ana Siqueira, coordenadora municipal do programa de controle ao tabagismo, a ação de hoje é importante para chamar a atenção do público. “A ação de hoje vem para sensibilizar e conscientizar a população sobre os malefícios do tabagismo, por isso contamos com ação de saúde, palestras de saúde bucal e saúde do homem”, explica. A coordenadora informa que atualmente o município de Olinda possui 13.238 tabagistas.

Um deles é João Tadeu, de 54 anos. O homem, novato no programa de controle ao tabagismo, convive com o uso intenso de álcool e cigarros há mais de 30 anos e viu no programa uma oportunidade de mudar de vida e ser mais presente para a família. “Já estou ficando numa idade precária e estou querendo me cuidar para não ter consequências piores, minha família precisa de mim”, explica. João ainda não largou o fumo por completo, mas a redução dos cigarros já mostra seus benefícios. “Sinto todo tipo de gosto, já dá até vontade de me alimentar melhor, conta.

Na programação para esta quarta (29), o público interessado pode participar das palestras e também do aulão de ritmos, que consiste em promover a noção de mudança de hábitos mais abrangente e focando na saúde geral do corpo. Para participar do programa de controle, basta apresentar um documento pessoal, o cartão do SUS, comprovante de residência e se dirigir uma das das seis unidades indicadas.

Confira as unidades no município de Olinda:

Caps AD - Dr. Antônio Carlos Escobar, no Bairro Novo
Caps Nise da Silveira, em Rio Doce
Policlínica São Benedito, em São Benedito
Unidade Bondade 1, no Alto da Bondade
USF Ilha do Maruim, em Santa Tereza
Unidade Básica de Saúde Vila Manchete, em Ouro Preto

Veja também

Carrefour terá que punir funcionário que praticar racismo, decide Justiça
Racismo

Carrefour terá que punir funcionário que praticar racismo, decide Justiça

Novos casos de HIV superaram 20% na América Latina na última década, diz OPAS
HIV

Novos casos de HIV superaram 20% na América Latina na última década, diz OPAS