Ação promove emissão de documentos no Hospital Oswaldo Cruz

No total foram realizados 40 atendimentos para certidões e 20 para emissões de identidades

Ação foi promovida pela Secretaria Executiva de Direitos Humanos (SEDH) e pela Secretaria de Defesa Social (SDS)Ação foi promovida pela Secretaria Executiva de Direitos Humanos (SEDH) e pela Secretaria de Defesa Social (SDS) - Foto: Caio Danyalgil/Folha de Pernambuco

Pacientes do Grupo de Ajuda a Criança Carente com Câncer em Pernambuco (GAC/PE) receberam na manhã desta terça-feira (24) no Hospital Oswaldo Cruz, no bairro de Santo Amaro, área central do Recife, documentos emitidos gratuitamente.

A ação promovida pelo Balcão de Direitos, vinculado à Secretaria Executiva de Direitos Humanos (SEDH) e à Secretaria de Defesa Social (SDS), levou para as crianças atendidas e seus familiares serviços gratuitos para a emissão de segundas vias de certidões de nascimento, casamento, óbito e documentos de identidade. No total foram realizados 40 atendimentos para certidões e 20 para emissões de identidades.

Leia também:
Pacientes especiais têm calendário de vacinação atualizado
Secretaria do Turismo de Pernambuco apresenta nova identidade visual
Paciente com câncer apresenta melhora após receber visita do seu animal de estimação

Segundo a gerente do programa Balcão de Direitos, Neide Andrade, a ida do projeto ao Hospital Oswaldo Cruz teve o objetivo de atualizar a documentação dos atendidos pelo GAC, para que, ao solicitarem os benefícios estaduais e federais, eles possam dar maior celeridade no processo do requerimento dos benefícios.

“Essas vagas já são direcionadas para os pacientes. Essa é a nossa segunda ação no Hospital neste ano. Atendemos pela demanda do setor de serviço de serviço social que realiza uma triagem para contabilizar as pessoas e os serviços necessários”. Ela contou ainda que os documentos devem ficar prontos em até 30 dias. “Todos os pacientes serão beneficiados e outras ações como essa podem acontecer ainda este ano para que outras pessoas possam ser atendidas.

O paciente do GAC Severino Freitas da Silva, de 49 anos, perdeu os documentos durante uma enchente no município onde mora, em Surubim, no Agreste. Ele contou que se não fosse o programa gratuito teria um custo muito alto para retirar as vias da documentação. “Eu não teria condições de pagar. E como estou toda semana aqui para realizar tratamento, é muito mais fácil e econômico. É uma ação muito bonita”, contou.

Veja também

Papa encontra principal líder xiita no Iraque, que fala em paz aos cristãos em encontro histórico
AGENDA

Papa encontra principal líder xiita no Iraque, que fala em paz aos cristãos em encontro histórico

Pernambuco registra mais 1.571 casos e 34 óbitos pela Covid-19 nas últimas 24h
CORONAVÍRUS

Pernambuco registra mais 1.571 casos e 34 óbitos pela Covid-19 nas últimas 24h