Ação trocará garrafas de vidro por recipientes de plástico no Carnaval de Olinda

Apelo é para garantir a segurança de foliões durante os Festejos de Momo na cidade

André Botelho, secretário de Meio Ambiente, Urbano e Natural de OlindaAndré Botelho, secretário de Meio Ambiente, Urbano e Natural de Olinda - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Um esquema especial para o recolhimento de garrafas de vidro e troca por copos descartáveis ou recipientes de plástico será montado pela Secretaria de Meio Ambiente, Urbano e Natural de Olinda durante os dias dos Festejos de Momo na cidade. Uma ação inicial nas prévias recolheu cerca de mil vasilhames de vidro por dia. Ao todo, dez pontos de bloqueio serão montados nos principais focos de animação.

O secretário André Botelho faz um apelo para que os foliões não comprem ou levem para o foco da folia bebidas em garrafa de vidro. "Para evitar acidentes com vidros, haverá fiscalização e troca de garrafas por vasilhames. Vamos ter dez pontos de bloqueio e quatro equipes circulando para fazer justamente essa verificação e troca de vasilhame de vidro por plástico em todo o perímetro do Carnaval", disse.

Leia também:
Começa oficialmente o tríduo momesco de Olinda
Em ritmo de festa, garis fazem limpeza das ladeiras de Olinda


Botelho pede para evitar levar os vasilhames para os festejos para a segurança dos que vão aproveitar a folia. "Pedimos isso para garantir a segurança da população, do turista, do comerciante e das pessoas que trabalham. Se você tiver alguma briga, alguma confusão, isso pode ser um problema grave de segurança", alertou.

Os ambulantes cadastrados pela Prefeitura de Olinda foram advertidos a comercializar bebidas apenas em latas de alumínio ou garrafas de plástico. A ação conta com o apoio das secretarias de Segurança Urbana e Transportes e Trânsito da cidade, de uma marca de aguardente no fornecimento das garrafas plásticas e da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis (Coocencipe) e Associação dos Recicladores de Olinda, no recolhimento de todo material de vidro, gerando renda e emprego para os catadores.

Camarotes
Botelho alertou ainda para o respeito à legislação do município sobre o tipo de uso que pode ser feito para as casas e comércios de camarotes. "Existem algumas possibilidades de autorização especial durante o Carnaval para eventos do tipo receptivo que podem trazem um som de troça e músicas típicas do Carnaval de Olinda e em uma altura razoável. Está proibida utilização de focos não oficiais do Carnaval. É feito um parecer prévio e a partir disso autorização ou não do uso do espaço".

Veja também

Cientistas da UFRJ dizem que reabertura de escolas é imprescindível
educação

Cientistas da UFRJ dizem que reabertura de escolas é imprescindível

Bolsonaro diz que Doria é 'autoritário' e que pandemia no Brasil 'está acabando'
Coronavírus

Bolsonaro diz que Doria é 'autoritário' e que pandemia no Brasil 'está acabando'