Mundo

Acidente de avião com carga de armas deixa oito ucranianos mortos na Grécia

Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia confirmou a identidade das oito vítimas, todas de nacionalidade ucraniana

Destroços do avião achados na GréciaDestroços do avião achados na Grécia - Foto: Sakis Mitrolidis/AFP

Todos os oito tripulantes de um avião de carga que caiu no sábado à noite perto da cidade grega de Kavala morreram no acidente, anunciou o ministro da Defesa da Sérvia, Nebojsa Stefanovic, neste domingo (17). 

O avião, um Antonov An-12, transportava em torno de 11 toneladas de armas para Bangladesh quando caiu na noite de sábado, informou Stefanovic.

"Infelizmente, segundo a informação que recebemos, os oito membros da tripulação morreram no acidente", disse Stefanovic em entrevista coletiva. 

O Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia confirmou a identidade das oito vítimas, todas de nacionalidade ucraniana, cujos corpos foram recuperados.

"A causa principal do acidente foi a falha de um dos motores", disse o porta-voz da Chancelaria, Oleg Nikolenko, no Facebook.

O avião decolou do aeroporto de Nis, no sul da Sérvia, no sábado (16), por volta das 20h40 locais (15h40 em Brasília). A bordo, levava armas da companhia sérvia Valir, segundo o ministro Stefanovic. 

O piloto solicitou permissão para fazer um pouso de emergência no aeroporto grego de Kavala, mas não conseguiu aterrissar a tempo.

Os serviços de resgate gregos usaram um drone neste domingo para sobrevoar os destroços do avião, devido ao perigo da carga.

O cônsul ucraniano, Vadim Sabluk, dirigiu-se para o local do acidente.

Por sua vez, o governo de Bangladesh confirmou que era o destinatário do carregamento de "munição de morteiro de treinamento adquirida na Sérvia para o exército e a guarda fronteiriça de Bangladesh".

O ministro da Defesa da Sérvia disse que se tratava de uma transação acordada com o Ministério da Defesa de Bangladesh, "respeitando-se as regras internacionais", e descartou qualquer relação com o conflito ucraniano.

"Alguns meios de comunicação disseram que o avião levava, supostamente, armas para a Ucrânia, o que é completamente falso", declarou.

Gases tóxicos 

Uma unidade especial deve varrer a área, informou o Ministério da Defesa Civil em um comunicado divulgado neste domingo. 

"Membros do corpo de bombeiros com equipamentos especiais e instrumentos de medição se aproximaram do ponto de impacto da aeronave e examinaram de perto a fuselagem e outras partes espalhadas", disse hoje à imprensa Marios Apostolidis, da brigada de incêndio grega. 

Testemunhas relataram ter visto o avião em chamas e ouvir explosões. O morador Giorgos Archontopoulos comentou, em entrevista à televisão pública ERT, que percebeu que algo estava errado quando ouviu o barulho que a aeronave estava fazendo. 

"Às 22h45 [hora local], fiquei surpreso com o barulho do motor", afirmou. "Saí e vi o motor pegando fogo", completou. 

As autoridades pediram que as pessoas que vivem em um raio de dois quilômetros do local do acidente fiquem em casa e usem máscaras.

Dois bombeiros foram hospitalizados na manhã deste domingo com dificuldades respiratórias, devido a gases tóxicos.

A agência de notícias grega disse que haverá uma investigação sobre as causas do acidente.

Veja também

Pequinês de língua caída e sem dentes é eleito o cão mais feio do mundo
EUA

Pequinês de língua caída e sem dentes é eleito o cão mais feio do mundo

Grécia: 13 são presos acusados de causar incêndio ao lançar fogos de artifício de iate
INCÊNDIO FLORESTAL

Grécia: 13 são presos acusados de causar incêndio ao lançar fogos de artifício de iate

Newsletter