Acidente entre van e carro deixa pelo menos dois feridos no Agreste; veja fotos

O acidente aconteceu por volta das 18h na altura da fábrica de caixas d'água Resinort, na PE-103, no município de Bonito, no Agreste de Pernambuco

O acidente aconteceu na altura da fábrica de caixas d'água Resinort, na PE-103, no município de Bonito, no Agreste de PernambucoO acidente aconteceu na altura da fábrica de caixas d'água Resinort, na PE-103, no município de Bonito, no Agreste de Pernambuco - Foto: WhatsApp / Cortesia

Um acidente entre uma van, de modelo Sprinter, e um carro da marca Chevrolet Montana deixou pelo menos duas pessoas feridas no início da noite desta segunda-feira (8) no Agreste de Pernambuco. A colisão, de acordo com o Corpo de Bombeiros, aconteceu por volta das 18h perto da fábrica de caixas d'água Resinort, na PE-103, no município de Bonito.

Leia também
Vinte pessoas morrem em acidente de trânsito no estado de Nova York
Acidente deixa um homem morto e um ferido durante fuga na BR-232
Acidente na Caxangá deixa um morto e um ferido; trânsito é intenso no local


Segundo informações passadas pelo WhatsApp do Portal FolhaPE, a van conduzia estudantes do município de Caruaru, também no Agreste, para a cidade de Bonito. Os motoristas dos dois veículos, de 27 e 44 anos de idade, ainda de acordo com os Bombeiros, ficaram presos entre as ferragens. Equipes da corporação foram acionadas para facilitar o trabalho das equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Três viaturas do 4º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco também estiveram no local. As duas vítimas foram encaminhadas para o Hospital Municipal Doutor Alberto de Oliveira, no centro do município. Os outros feridos no acidente tiveram pequenas escoriações e foram socorridos por populares.

Veja também

Com salas cheias, candidatos foram impedidos de fazer Enem
Enem 2020

Com salas cheias, candidatos foram impedidos de fazer Enem

Enfermeira é primeira brasileira vacinada contra a Covid-19 em solo nacional
Vacina

Enfermeira é primeira brasileira vacinada contra a Covid-19 em solo nacional