Acreano é preso com cocaína presa ao corpo no Aeroporto do Recife

Para realizar o serviço, o homem informou em interrogatório que receberia a quantia de R$ 3 mil

Droga estava em invólucros fixados às pernas do suspeitoDroga estava em invólucros fixados às pernas do suspeito - Foto: Divulgação/Polícia Federal

O acreano William da Silva Gomes, de 30 anos, foi preso em flagrante no Aeroporto do Recife, no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul da Capital, com três quilos de cocaína em invólucros presos às suas pernas, coxas e virilhas. Segundo a Polícia Federal (PF), o homem foi abordado em uma fiscalização de rotina no terminal.

Com origem de Rio Branco/AC, ele não conseguiu explicar aos policiais as razões para desembarcar em Pernambuco. A ocorrência aconteceu na última terça-feira (30), mas só foi divulgada pela PF nesta segunda-feira (6). Uma busca feita pelos policiais federais nos pertences de William localizou seis pacotes com três quilos de cocaína.

Leia também:
Idosa morre em aeronave antes de decolagem no Aeroporto do Recife
Flagrados na BR-101, uma jovem e três homens são presos por tráfico interestadual de drogas


Além da droga, a PF apreendeu documentos e um aparelho celular. O acreano recebeu voz de prisão em flagrante e foi encaminhado à Superintendência da Polícia Federal no Cais do Apolo, no Bairro do Recife, área central da Capital.

Em interrogatório, o acreano informou que, por estar desempregado e passando por problemas financeiros, decidiu aceitar uma proposta de uma pessoa de Rio Branco para transportar a cocaína fixada em seus membros inferiores. Para realizar o serviço, ele receberia a quantia de R$ 3 mil. O homem foi então autuado por tráfico interestadual de entorpecentes, além de uso de documento falso por ter apresentado um RG falso ao se apresentar aos policiais federais.

William passou em seguida por audiência de custódia, onde teve a prisão preventiva confirmada. Por fim, o acreano foi conduzido para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife, onde está à disposição da Justiça Estadual.

Veja também

Vacinas por via intranasal, uma nova linha de combate contra a Covid-19
NARIZ

Vacinas por via intranasal, uma nova linha de combate contra a Covid-19

Remédios para câncer podem sofrer 'apagão' no Brasil por falta de verba federal
SAÚDE

Remédios para câncer podem sofrer 'apagão' no Brasil por falta de verba federal