Acusação tem "convicção máxima" da condenação dos réus no caso Itaíba

Último dia do julgamento é de debates entre os advogados

Isaltino Nascimento, deputado estadualIsaltino Nascimento, deputado estadual - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

A acusação diz ter convicção máxima de que todos os réus do Caso Itaíba serão condenados nesta quinta-feira (27), último dia do júris. Estão sendo julgados três dos cinco acusados inicialmente de matar, três anos atrás, o promotor Thiago Faria Soares. Um deles está foragido, outro teve o julgamento adiado e um terceiro foi inocentado. O dia será marcado por debates entre defesa e acusação no tribunal do júri, que deve se estender pela madrugada da sexta-feira (28). 

Saiba mais:
Relembre os destaques do julgamento do caso Thiago Faria Soares


"Hoje é um dia só de debates, com abertura com os argumentos e teses da acusação, que estão fundamentados em toda a investigação da Polícia Federal e Civil", aponta o advogado assistente de acusação André Canuto. "Após o debate, haverá a votação, que a acusação tem convicção máxima de que os três acusados sairão daqui condenados."

A programação da acusação é utilizar quase a totalidade de tempo disponível - 3h - para a elaboração dos argumentos e teses. No caso, os procuradores devem falar durante duas horas, enquanto o próprio Canuto deve utilizar cerca de 20 minutos e o advogado de Mysheva Martins, José Augusto Branco, falará por mais 30 minutos.

Defesa

No dia decisivo do julgamento dos acusados de matar o promotor Thiago Faria Soares, a defesa dos réus acredita em "senso de justiça" e aponta subjetividade da perícia técnica e dúvidas não esclarecidas no processo. "O que mais existe nesse processo são dúvidas que deveriam ser esclarecidas e que não ficaram claras", afirmou o advogado Anderson Flexa.

Dinâmica

De acordo com Canuto, após o momento de debate entre os advogados, os jurados serão recolhidos pela juíza federal Amanda Torres, onde serão indagados se estão aptos a votar. Se todos responderem que sim, eles são levados para a sala secreta, onde é feita a votação. De lá, sai o veredito, além de quesitos como a autoria do crime, materialidade e se os acusados são absolvidos ou não. A dosimetria da pena, ou seja, o cálculo de quanto cada réu deve ficar preso, é feita pela juíza. 

Veja também

Irlanda e País de Gales voltam a se confinar ante aumento dos casos de coronavírus
Segunda onda

Irlanda e País de Gales voltam a se confinar ante aumento dos casos de coronavírus

Cão que saltou em canal em Boa Viagem volta para casa
Folha Pet

Cão que saltou em canal em Boa Viagem volta para casa