Acusado de provocar acidente da Tamarineira passa por segunda audiência de instrução

Testemunha da defesa que faltou a primeira audiência, realizada no início deste mês, também prestou depoimento

João Victor Ribeiro de Oliveira Leal, 25 anosJoão Victor Ribeiro de Oliveira Leal, 25 anos - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

A segunda audiência de instrução do universitário João Victor Ribeiro de Oliveira Leal, de 25 anos, acusado de provocar o grave acidente que matou três pessoas no bairro da Tamarineira, Zona Norte do Recife, em 26 de novembro de 2017, acontece nesta segunda-feira (21).

João Victor chegou cedo à 1ª Vara do Tribunal do Júri da Capital, localizado no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha de Joana Bezerra, área central do Recife. A testemunha da defesa que faltou a primeira audiência, realizada no início deste mês, também prestou depoimento.

Leia também:
Polícia Civil quer teste toxicológico para motorista envolvido em acidente na Tamarineira
Morre menino de 3 anos vítima de acidente na Tamarineira

Segundo o assistente de acusação do caso, o advogado André Caúla, João Victor respondeu a tudo o que foi perguntado, assim como a testemunha. "Não teve muito o que acrescentar, além do que já consta nos autos", disse, acrescentando que esta é a última audiência de instrução.

"A partir de agora vamos ter um prazo para a apresentação das acusações finais pelo Ministério Público e sucessivamente a assistência de acusação e a defesa do João Victor. Mais para frente sai uma sentença de pronúncia que pode deliberar a ida ou não dele ao júri", completou.

   Acidente

João Victor é acusado de provocar o acidente que deixou três pessoas mortas: a funcionária pública Maria Emília Guimarães, de 39 anos; o filho dela, Miguel Neto, 3; e a babá Roseane Maria de Brito Souza, de 23, que estava grávida. A colisão ainda deixou gravemente feridos, o marido de Emília, o advogado Miguel Arruda da Motta Silveira Filho, de 45 anos, e a filha Marcela, de 5, que ficou com sequelas.

Veja também

França registra cinco novos casos de trombose sem morte entre vacinados com AstraZeneca
Coronavírus

França registra cinco novos casos de trombose sem morte entre vacinados com AstraZeneca

Regulador europeu afirma que benefícios da vacina AstraZeneca aumentam com a idade
Vacina contra Covid-19

Regulador europeu afirma que benefícios da vacina AstraZeneca aumentam com a idade