Internacional

Adolescente morre durante repressão contra manifestações no Sudão

Jovem é a 89ª vítima em cinco meses de repressão após golpe de Estado militar

Um adolescente morreu durante uma manifestação contra o golpe de Estado militar do general Abdel Fatah al BurhanUm adolescente morreu durante uma manifestação contra o golpe de Estado militar do general Abdel Fatah al Burhan - Foto: AFP

Um adolescente morreu de um disparo, nesta segunda-feira (21), no Sudão, informou o coletivo de médicos pró-democracia, durante uma manifestação contra o golpe de Estado militar do general Abdel Fatah al Burhan.

Trata-se da 89ª vítima em quase cinco meses de repressão violenta no país da África Oriental, segundo a mesma fonte.

"Babiker al Rashid, de 17 anos, foi morto em Omdurman [cidade-gêmea da capital Cartum] ao ser atingido no peito por um disparo [...] das forças de segurança", informou o Comitê Central de Médicos Sudaneses em uma nota.

Desde o golpe de Estado cometido pelo general Burhan, em 25 de outubro de 2021, milhares de manifestantes têm realizado protestos pelas ruas das grandes cidades do país. 

O golpe de Estado pôs fim a um acordo frágil para a divisão de poderes entre civis e militares, depois que o exército derrubou em 2019 o ex-presidente Omar al Bashir, que comandava o país há quase três décadas. 

Nesta segunda-feira, diversos protestos foram organizados na capital Cartum e em seus arredores. Segundo testemunhas, as forças de segurança usaram gás lacrimogênio para dispersar os manifestantes, que pediam o estabelecimento de um governo civil.

Veja também

Índia proíbe plásticos de uso único para combater o desperdício
Meio Ambiente

Índia proíbe plásticos de uso único para combater o desperdício

Sisu 2022.2: inscrições para as vagas do segundo semestre encerram hoje (01)
Educa Mais

Sisu 2022.2: inscrições para as vagas do segundo semestre encerram hoje (01)