RIO GRANDE DO SUL

Aeroporto de Porto Alegre não deverá reabrir antes de setembro; vendas de passagens são suspensas

Anac mandou suspender a emissão de bilhetes por mais 90 dias

Aeroporto Salgado Filho, em Porto AlegreAeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre - Foto: Ricardo Stuckert/PR

Fechado desde o começo do mês por conta da inundação que atinge Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, o Aeroporto Internacional Salgado Filho, localizado na capital gaúcha, não deverá ser reaberto antes de setembro

A informação da renovação da interdição pedida pela Fraport, companhia privada que administra o terminal áereo, será publicada em um comunicado chamado de Notam, emitido pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) da Aeronáutica.

Segundo a Rádio Gaúcha, a Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) ainda determinou a suspensão de vendas de passagens aéreas para o Salgado Filho por parte das companhias aéreas.

Com a suspensão das atividades até o fim deste mês de maio, prazo atual da paralisação, ainda eram comercializados bilhetes com datas de embarque ou desembarque na capital gaúcha para julho, agosto ou setembro. 

O Salgado Filho não recebe voos comerciais há 11 dias. A região onde fica o aeroporto, que foi fechado em 3 de maio, segue com elevação de mais de 1,70m de água. 

A Fraport ainda não calculou os prejuízos causados pela inundação no terminal aéreo. Apenas quando a água baixar é que será possível ter dimensão do que precisará ser feito. O térreo do aeroporto foi tomado pela água do Rio Guaíba. 

Veja também

Líderes globais reagem à morte do presidente do Irã, após acidente de helicóptero
MUNDO

Líderes globais reagem à morte do presidente do Irã, após acidente de helicóptero

Resistentes a antibióticos: saiba quais são as 15 bactérias consideradas ameaças à saúde pela OMS
SAÚDE

Resistentes a antibióticos: saiba quais são as 15 bactérias consideradas ameaças à saúde pela OMS

Newsletter