Afastar ministro por 24h já é regra na Corte

O senador Humberto Costa criticou o presidente Michel Temer por ter feito exatamente o que Dilma fez

Original DJCopyOriginal DJCopy - Foto: Celo Silva/Lana Pinho/Divulgação

O presidente Michel Temer exonerou três ministros de estado, dois dos quais de Pernambuco (Bruno Araújo e Fernando Filho), na véspera da votação da “PEC dos Gastos”, para que eles voltassem à Câmara Federal (ambos são deputados) a fim de ajudar a aprová-la. A aprovação era uma das prioridades do atual governo, que alega ter “herdado” do seu antecessor, Dilma Rousseff, um déficit de aproximadamente 170 bilhões. Como os suplentes dos dois ministros, Severino Ninho e Creusa Pereira, votariam contra a PEC, o governo não quis abrir mão desses dois votos e os exonerou por 24 horas. Fez igual a Dilma Rousseff, que na votação do processo de impeachment exonerou os ministros Mauro Lopes (Aviação Civil), Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) e Marcelo de Castro (Saúde) para que eles votassem em seu favor. Errado? Não. Errado está Humberto Costa ao criticar Temer por ter feito exatamente o que Dilma fez.

O senador Humberto Costa criticou o presidente Michel Temer por ter feito exatamente o que Dilma fez

Dissidência no PSB estadual
Membro da direção estadual do PSB, o ex-presidente do Lafepe, Luciano Vasquez, não foi consultado sobre a nota do partido de apoio a Tony Gel (PMDB) no 2º turno de Caruaru. Ele aprendeu com Miguel Arraes que o político “deve ter lado” e com todo respeito ao vice-prefeito Jorge Gomes (PSB), que está neutro, o seu “lado” agora em Caruaru é Raquel Lyra (PSDB), “muito mais identificada com a Frente Popular”.

Balanço > O desempenho do PSDB em Pernambuco nas eleições municipais será informado pelo presidente Antonio Moraes à direção nacional. As vitórias mais expressivas do partido foram em Santa Cruz do Capibaribe (Édson Vieira), Gravatá (Joaquim Neto) e Timbaúba (Ulisses Felinto).
Neutro > 3º colocado no 1º turno, em Caruaru, com 41.100 votos, Erick Lessa (PR) seria o fiel da balança no 2º se pendesse para Tony Gel (PMDB) ou Raquel Lyra (PSB), mas optou pela neutralidade.
Sucessão > Se não houver acidente de percurso, o sucessor de Vicente André Gomes (PSB), que não foi reeleito, na presidência da Câmara Municipal do Recife será o vereador Augusto Carreras (PSB).
Sequência > O “grupo Calabar”, de Taquaritinga do Norte, elegeu no último dia 2/10 o quinto prefeito consecutivo. O prefeito eleito, Lero (PSB), derrotou por 505 votos o ex-prefeito Jânio Arruda (PSD).

Declínio > A liderança que o deputado Marinaldo Rosendo (PSB) exerceu em Timbaúba até 2014 começa a se enfraquecer depois que o prefeito Júnior Rodrigues (PSB), apoiado por ele, não foi reeleito. Teve apenas 24,34% dos votos válidos. Perdeu para o vereador Ulisses Felinto (PSDB) por 9.607 votos.

Aperto > O deputado Aglailson Júnior (PSB), que sucedeu o pai na Assembleia Legislativa e agora vai administrar Vitória de Santo Antão, está preparando um filho para sucedê-lo na Alepe. A vitória contra o candidato Paulo Roberto (PSD) foi apertada. Aglailson obteve 30.935 votos e seu adversário 30.019.
A língua > Ciro Gomes (PDT) poderia ser, de novo, uma alternativa de centro-esquerda à sucessão presidencial de 2018, mas a língua não deixa. Após ter dito que Lula “começou a brincar de Deus” e que Michel Temer é um “golpista salafrário”, chamou de “vagabundo” o capitão Wagner, candidato do PR a prefeito de Fortaleza. O capitão comandou a greve da PM no governo Tasso Jereissati (PSDB) e hoje recebe o apoio do senador.

Veja também

Em ofensiva contra aborto, governo estabelece em diretriz o direito à vida desde a concepção
Aborto

Em ofensiva contra aborto, governo estabelece em diretriz o direito à vida desde a concepção

Suspeito de matar ator de 'Chiquititas' e os pais dele fez documento falso no Paraná, diz polícia
Crime

Suspeito de matar ator de 'Chiquititas' e os pais dele fez documento falso no Paraná, diz polícia