Agendamento de castração de cães e gatos começa nesta segunda

Serviço é oferecido gratuitamente no Hospital Veterinário do Recife, no bairro do Cordeiro. Agendamento deve ser feito por telefone

Hospital Veterinário do RecifeHospital Veterinário do Recife - Foto: Divulgação/ Luciano Ferreira/ PCR

Os agendamentos das castrações gratuitas de cachorros e gatos para o mês de setembro no Hospital Veterinário do Recife, no bairro do Cordeiro, Zona Oeste da Capital começam nesta segunda-feira (3). O espaço, administrado pela Secretaria Executiva dos Direitos dos Animais (Seda), disponibiliza cerca de 50 vagas por dia, nas manhãs de segunda a sexta-feira.

O agendamento das cirurgias pode ser feito por meio dos telefones 3446-9808, 3355-8639 e 3355-9413, das 8h às 12h e das 14h às 17h, até a próxima quarta-feira (5). Nos últimos cinco anos, a pasta chegou à marca de mais de 19 mil castrações de caninos e felinos, machos e fêmeas.

Leia também:
Comissão aprova projeto que proíbe uso de animais em testes para fabricação de cosméticos
Mais de 50 animais são devolvidos à natureza, na Reserva do Paiva; veja fotos  


Quando todas as cerca de mil vagas disponibilizadas para o mês são preenchidas, suspende-se a marcação e o interessado deve voltar a ligar nos três primeiros dias úteis do mês seguinte. Durante a ligação, os tutores são orientados sobre o pré-operatório e a documentação que precisa ser levada no dia da cirurgia do animal.

Para realizar a cirurgia, os bichos precisam ter pelo menos 6 meses e estar há 12 horas de jejum. As cadelas não podem estar no cio, gestantes ou amamentando. Os tutores precisam levar original e cópia da carteira de identidade, CPF e comprovante de residência. Depois da operação, os animais voltam para casa no mesmo dia.

Veja também

Número de casos da Covid-19 chega a 8,75 milhões no Brasil
Boletim Pandemia

Número de casos da Covid-19 chega a 8,75 milhões no Brasil

Organizadores de ato que terminou com invasão do Capitólio trabalharam para campanha de Trump
EUA

Organizadores de ato que terminou com invasão do Capitólio trabalharam para campanha de Trump