Notícias

Agressões não estão diminuindo

O que falta agora é divulgar a maneira certa de ter os direitos atendidos

Líder do PT no Senado, Humberto Costa.Líder do PT no Senado, Humberto Costa. - Foto: Divulgação

“Tem me assustado muito o ritmo das injúrias que podem levar o autor a responder criminalmente. Elas não diminuem, apesar das campanhas. A gente tenta.”, lamentou o promotor de Justiça de Direitos Humanos do Recife, Max Vignoli. “Há algum tempo tentamos combater o problema de ofensas que violem os direitos humanos na mídia com a campanha ‘Palavras Têm Poder’”, por meio do website palavrastempoder.org.

Leia mais
Universitária é vítima de injúria após exibir foto sem roupa

O Ministério Público de Pernambuco tem acompanhado a forma que a Polícia Civil investiga crimes como o cometido contra Daniela Martins. De acordo com Vignoli, o Estado tem investido na área. “A Delegacia de Crimes Cibernéticos foi reestruturada funcionalmente e ganhou novos funcionários. O que falta agora é divulgar a maneira certa de ter os direitos atendidos. Injúria pela internet cometida por alguém conhecido deve ser levada à delegacia do bairro, por exemplo.”

Veja também

Brasil registra 16.194 novos casos de Covid-19 e 35 mortes em 24 horas
Pandemia

Brasil registra 16.194 novos casos de Covid-19 e 35 mortes em 24 horas

Marcha da maconha retorna às ruas depois de dois anos de pandemia
Manifesto

Marcha da maconha retorna às ruas depois de dois anos de pandemia