Pandemia

'Ainda é cedo', diz secretário de Saúde de Pernambuco sobre realização do Carnaval em 2022

Se.cretário Estadual de Saúde, André LongoSe.cretário Estadual de Saúde, André Longo - Foto: Melissa Fernandes // Folha de Pernambuco

Em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (18), o secretário estadual de Saúde, André Longo, disse que considera "cedo" ter qualquer definição sobre a realização do Carnaval e de grandes eventos no fim do ano. Segundo ele, o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 discute semanalmente os cenários para avaliar se será possível autorizar as festas, que mobilizam multidões.

"Especialmente o Carnaval, que se realiza de forma concomitante, neste ano no final de fevereiro, com o período de sazonalidade das doenças respiratórias. Nós precisamos chegar em fevereiro com as melhores condições sanitárias possíveis. E, para isso, precisamos de mais de 90% da população vacinada com as duas doses e, pelo menos, dois milhões de pernambucanos, os mais vulneráveis, acima dos 55 anos, com a dose de reforço", afirmou.

Outro fator de alerta, de acordo com o secretário, é o cenário visto hoje na Europa, que vem registrando aumento nos números. "Nós estamos vendo situações como a de Portugal, que começa a ter aumento de pacientes internados. E Portugal se aproxima dos 90% de cobertura vacinal", disse.

Veja também

Marcha para Jesus reúne milhares no centro do Rio de Janeiro
Religião

Marcha para Jesus reúne milhares no centro do Rio de Janeiro

MEC altera prazo para confirmação de informações do Prouni
Educação

MEC altera prazo para confirmação de informações do Prouni