Ainda sem metrô, passageiros recorrem ao transporte rodoviário

Desde às 8h45 da quinta-feira (5), o ramal está parado por conta de um rompimento de cabo próximo a estação Curado. A interrupção já dura 24 horas

Paralisação do metrô causa transtornos para os usuários do transporte público. Na foto, terminal integrado de CamaragibeParalisação do metrô causa transtornos para os usuários do transporte público. Na foto, terminal integrado de Camaragibe - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

O ramal Camaragibe da Linha Centro do metrô continua sem funcionar nesta sexta-feira (6) devido a um problema na rede aérea. Desde às 8h45 da quinta-feira (5), o ramal está parado por conta de um rompimento de cabo próximo a estação Curado. A interrupção já dura 24 horas.

Em nota, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) informou que os reparos na rede aérea do ramal Camaragibe foram concluídos no início da manhã desta sexta e que a empresa já iniciou a fase de testes da via para reabertura do trecho.

Leia também:
Uma sexta-feira de incertezas para os usuários de metrô
Ramal Camaragibe do Metrô está parado nesta quinta
Metrô do Recife aumenta para R$ 3 a partir de domingo

Enquanto o metrô não volta a funcionar normalmente, os passageiros que precisam se locomover no Grande Recife estão tendo que recorrer ao transporte rodoviário, que, segundo eles, também estão tendo problemas como superlotação e o alto intervalo entre um ônibus e outro. O paisagista Ezequias Inácio relatou uma série de transtornos que tem sofrido nos últimos dias: “Está muito complicado, faz tempo que estou aqui esperando e vou pegar o ônibus lotado”.

“Já está ficando recorrente, mesmo com os aumentos agora na passagem, a gente continua passando por isso. Não é só o metrô, é todo o sistema de transporte público. A população precisa se movimentar”, afirma Ezequias, que usa as duas linhas do metrô diariamente para chegar ao trabalho, em Piedade, Jaboatão dos Guararapes.

A situação de Irajane Francisca não é diferente. Insatisfeita com o serviço, a dona de casa afirma que prefere andar de ônibus, mas que se o metrô funcionasse bem, tornaria a rotina dela mais prática. “Eu poderia usar o metrô, mas não funciona direito, é sempre uma bagunça. A passagem continua aumentando e a gente não vê nenhuma melhora”, disse Irajane.

As estações Alto do Céu, Curado, Rodoviária, Cosme e Damião e Camaragibe permanecem fechadas. No próximo domingo (8), deve haver um novo reajuste na tarifa do metrô, que passará a custar 3 reais.

Veja também

Fachin determina que governo do Rio justifique operações policiais realizadas na pandemia
rio de janeiro

Fachin determina que governo do Rio justifique operações policiais realizadas na pandemia

Maria da Penha Virtual agiliza pedidos de medida protetiva no Rio
agressão

Maria da Penha Virtual agiliza pedidos de medida protetiva no Rio