Alckmin ataca Haddad em debate de candidatos à Presidência

Alckmin disse que todo partido deveria fazer autocrítica, especialmente o PT, mas que o partido de Haddad, "ao invés de fazer autocrítica lança candidatura na porta de penitenciária"

Geraldo Alckmin em debate com os candidatos à Presidência Geraldo Alckmin em debate com os candidatos à Presidência  - Foto: Reprodução/Twitter

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, partiu para o ataque ao ser questionado por Fernando Haddad (PT), que participa de seu primeiro debate nessa disputa, sobre a reforma trabalhista e a PEC do Teto de Gastos.

Leia também:
'Nova CPMF' é tiro do candidato da bala contra o povo, diz Alckmin
Haddad está no segundo turno, mas Bolsonaro vai cair, diz Alckmin


Alckmin disse que todo partido deveria fazer autocrítica, especialmente o PT, mas que o partido de Haddad, "ao invés de fazer autocrítica lança candidatura na porta de penitenciária". Haddad teve a candidatura oficializada em frente à sede da PF em Curitiba, onde está preso o ex-presidente Lula.

Alckmin afirmou ainda que não precisaria do teto de gastos se os governos do PT não tivessem debilitado tanto a economia. O tucano ainda devolveu que foi o PT "quem escolheu o Temer", que era vice de Dilma. "Quem escolheu o Temer foi o PT. Aliás, reincidentes, porque escolheram o Temer duas vezes", disse.

Veja também

Com forte chuva, Florianópolis registra morte de mãe e filha em desabamento de muro
Santa Catarina

Com forte chuva, Florianópolis registra morte de mãe e filha

O mau exemplo do STF na pandemia: aglomeração, omissão de diagnóstico e tentativa de furar fila
Coronavírus

O mau exemplo do STF na pandemia: aglomeração, omissão de diagnóstico e tentativa de furar fila