Coronavírus

Aliança internacional reserva 100 milhões de doses de vacinas para os países mais pobres

Anúncio foi feito pela aliança mundial para a vacinação, a Gavi, que trabalha em conjunto com a OMS

Itália prepara produção em larga escala de vacina da OxfordItália prepara produção em larga escala de vacina da Oxford - Foto: Vicenzo Pinto/AFP

Cem milhões de doses adicionais das futuras vacinas contra a covid-19 foram reservadas para os países mais pobres, anunciou nesta terça-feira a aliança mundial para a vacinação, a Gavi, que trabalha em conjunto com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

No início de agosto, a Gavi e a Fundação Bill e Melinda Gates anunciaram um acordo com o Serum Institute of India (SII), o maior fabricante de vacinas do mundo, para garantir o fornecimento de 100 milhões de doses aos países menos favorecidos. 

As vacinas serão vendidas a 3 dólares por doses, segundo a aliança internacional. Desenvolvidas pelas empresas farmacêuticas sueco-britânica AstraZeneca e a americana Novavax, as vacinas serão fabricadas pelo SII, que doará as doses para a coalizão contra o coronavírus criada pela OMS e denominada Covax (Covid-19 Vaccine Global Access, Acesso Global à Vacina contra a covid-19). 

Esta colaboração permitirá ao instituto indiano aumentar desde o início sua capacidade de produção. Quando uma ou mais vacinas receberem a aprovação das agências reguladoras e autorização da OMS, as doses poderão ser distribuídas nos países de renda baixa e média, mas não antes do primeiro semestre de 2021. 

 

No âmbito da colaboração, a potencial vacina da AstraZeneca estará a disposição de 61 países, enquanto a da Novavax será enviada para os 92 países apoiados pelo mecanismo Covax. 

"Nenhum país, rico ou pobre, deve ficar no fim da fila no que diz respeito às vacinas contra a covid-19", afirmou o doutor Seth Berkley, diretor general da Gavi, em um comunicado.

O mecanismo Covax é parte do dispositivo internacional criado pela ONU para acelerar um acesso equitativo às ferramentas de combate à covid-19, o ACT Accelerator.

Veja também

Para estimular ida às urnas, revista Time substitui logotipo pela 1º vez
internacional

Para estimular ida às urnas, revista Time substitui logotipo pela 1º vez

Brasil registra 497 mortes e 24.858 casos de Covid-19 nas últimas 24h
Coronavírus

Brasil registra 497 mortes e 24.858 casos de Covid-19 nas últimas 24h