alimentação

Alimento que astronautas usam no espaço para repor a perda de massa muscular

Considerada como um "superalimento", a quinoa auxilia no funcionamento do processo digestivo e protege o sistema cardiovascular

A quinoa é uma semente ancestral rica em proteínas, mineirais e carboidratosA quinoa é uma semente ancestral rica em proteínas, mineirais e carboidratos - Foto: Reprodução

Após três meses no espaço, os astronautas podem perder até um terço da massa muscular e 6% da massa óssea, por isso a dieta deles é diferenciada. Eles precisam ter muita proteína para evitar os efeitos nocivos da falta de gravidade sobre os músculos. O alimento que eles mais consomem enquanto estão no espaço e que garantem isso a eles é a quinoa.

Considerada como um “superalimento”, devido ao seu valor nutricional, a quinoa é um pseudocereal integral, esta característica deve-se ao fato de ter propriedades semelhantes às dos cereais, como trigo, aveia, cevada, centeio e arroz.

Segundo especialistas em nutrição, o alimento é rico em macronutrientes, entendidos como a principal fonte de energia, entre eles os carboidratos formados por fibras que regulam o funcionamento digestivo, as proteínas, que dão estrutura aos músculos, e as gorduras poli-insaturadas ômega 3, que contribuem para o bom funcionamento do metabolismo.

A quinoa vem conquistando cada vez mais adeptos e, aos poucos, ganhou espaço na culinária internacional devido aos seus múltiplos benefícios para a saúde. A nutricionista argentina Estela Mazzei destaca as vantagens de ser isenta de glúten, ideal para celíacos, e indicada para diabéticos por ter baixo índice glicêmico.

"A quinoa possui os nove aminoácidos essenciais, ou seja, aqueles que o corpo não consegue produzir sozinho e que são responsáveis por formar e restaurar as estruturas celulares dos músculos, pele, hormônios e enzimas para o metabolismo funcione corretamente" afirma a especialista.

É um bom alimento para ser consumido entre atletas, pois fornece energia a partir destes macronutrientes, o que melhora o desempenho e a resistência. A quinoa também auxilia no bom funcionamento do sistema digestivo, ajuda a processar os alimentos de forma eficaz e protege o sistema cardiovascular, pois reduz o nível de colesterol ruim (LDL) no sangue.

Além de todos esses benefícios, o alimento também tem vitaminas do complexo B, essenciais para maior energia, e minerais, como:

Cálcio: atua na estrutura óssea e dentária;

Ferro: contribui no transporte de oxigênio e fortalece o sistema imunológico;

Magnésio: regula o sistema nervoso e os níveis de açúcar no sangue;

Fósforo: está envolvido nas contrações musculares e na sinalização nervosa;

Potássio: chave para a função cardíaca;

Zinco: participa do reparo celular.

Origens
A quinoa vem de uma planta andina do gênero Chenopodium, nativa da área do entorno do Lago Titicaca, localizado ao longo da fronteira andina entre o Peru e a Bolívia.

Achados arqueológicos estimam que data de aproximadamente 3.000 e 5.000 A.C. e estima-se que seu cultivo tenha chegado ao Chile e à Argentina há cerca de 2 mil anos, principalmente nas províncias do Noroeste, Jujuy e Salta, onde é uma marca registrada de sua gastronomia.

Com a chegada dos espanhóis ao território sul-americano, os colonizadores se apropriaram desse grão e rapidamente o distribuíram para fora de sua região, introduzindo-o na Europa e na Ásia.

Sua relevância é tamanha que a Organização das Nações Unidas (ONU) declarou 2013 como o “Ano Internacional da Quinoa” com o intuito de divulgar suas qualidades e aumentar seu consumo.

Os fiéis seguidores de um estilo de vida saudável foram rápidos em incorporá-la em seus planos alimentares diários. Um deles, a renomada atriz de cinema Gwyneth Paltrow, recomenda o ingrediente em seu livro “The clean plate: Eat, reset, heal”. Lá, ela dá o passo a passo dos preparos onde inclui a quinoa. Um dos exemplos é uma salada que combina com um mix de legumes cozidos e frango salteado.

Adeptos da quinoa gostam de utilizá-lo no lugar do arroz, porém, a versatilidade do produto faz ele ser usado em pratos salgados, saladas, sopas e hambúrgueres de vegetais.

Veja também

Advogado de 77 anos mata eletricista no bairro de Parnamirim, na Zona Norte do Recife
Homicídio

Advogado de 77 anos mata eletricista no bairro de Parnamirim, na Zona Norte do Recife

'Quem vai me chamar de mãe agora?', diz palestina que perdeu bebês gêmeos em bombardeio em Gaza
GUERRA NO ORIENTE MÉDIO

'Quem vai me chamar de mãe agora?', diz palestina que perdeu bebês gêmeos em bombardeio em Gaza