A-A+

Alunos de ETEs embarcam para a Inglaterra pelo Ganhe o Mundo

Quinze estudantes de todas as áreas de Pernambuco pegaram o avião rumo a Bournemouth neste domingo (19). Eles vão passar 18 semanas aprendendo inglês e aperfeiçoando seus conhecimentos técnicos

Estudantes de Escolas Técnicas de todo o Estado embarcaram neste domingo (19) para a InglaterraEstudantes de Escolas Técnicas de todo o Estado embarcaram neste domingo (19) para a Inglaterra - Foto: Pedro Menezes/SEE/Divulgação

Os participantes da primeira edição do Programa Ganhe o Mundo (PGM) em sua versão técnica, que contempla especificamente os estudantes das escolas técnicas estaduais pernambucanas, embarcaram neste domingo (19) rumo à Inglaterra - país que também é uma novidade dentro do programa.

Quinze estudantes oriundos de 14 Gerências Regionais de Educação espalhadas por todo o Estado vão passar 18 semanas estudando no Bournemouth and Poole College (BPC), localizado na costa sul da Inglaterra. Eles receberão hospedagem de famílias britânicas, dentro de um programa de intercâmbio.

"Me interessei pelo curso e pela possibilidade de fazer a viagem, e por isso me inscrevi. A rotina era puxada, durante o ano todo eu chegava na escola às sete da manhã e saía às sete da noite. Quando fiz a prova e saiu o resultado, foi uma alegria muito grande, vi que o esforço valeu a pena. Agora estou ansioso para chegar lá e aproveitar o máximo que puder", declarou o estudante Samuel Francisco, aluno da Escola Técnica Estadual Ministro Fernando Lyra, de Caruaru.

Leia também:
Programa Ganhe o Mundo ganha vagas para nível técnico e novo destino
Programa Ganhe o Mundo abre inscrições para cursos de línguas estrangeiras
Gêmeos superam adversidade e entram no programa Ganhe o Mundo

Quinze alunos de escolas técnicas estaduais vão aprofundar seus conhecimentos no Bournemouth and Poole College

Quinze alunos de escolas técnicas estaduais vão aprofundar seus conhecimentos no Bournemouth and Poole College - Crédito: Pedro Menezes/SEE/Divulgação

Considerado um dos grandes destaques da Educação em Pernambuco, o PGM busca fortalecer o desenvolvimento dos estudantes, com o aprendizado de um idioma estrangeiro, o conhecimento e envolvimento com uma outra cultura, e a ampliação de suas competências.

Criado em 2012, ele já teve derivações anteriores: em 2015, foi criada a modalidade PGM Esportivo, e em 2016, o PGM Musical, que tinham o objetivo de contemplar estudantes com habilidades desportivas e musicais. Desde seu início, o PGM já embarcou cerca de 8 mil estudantes, e hoje oferece a opção de dez países de destino: cinco de língua inglesa (Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos, Canadá e Inglaterra), quatro de língua espanhola (Espanha, Argentina, Chile e Colômbia) e um de língua alemã (Alemanha).

Alunos participantes cursam o primeiro ano das Escolas Técnicas Estaduais

Alunos participantes cursam o primeiro ano das Escolas Técnicas Estaduais - Crédito: Pedro Menezes/SEE/Divulgação

Segundo a Superintendente do PGM, Renata Serpa, a possibilidade de trabalhar com a Inglaterra já era cogitada há mais de três anos, mas os planos não se concretizavam por conta das variações na moeda, já que a libra esterlina é muito cara em comparação ao real. "Com a ajuda do Conselho Britânico, a gente conseguiu estabelecer um memorando de entendimento com esta instituição britânica, que se dispôs a discutir preços e a própria formatação do PGM Técnico", explicou Renata, antes de embarcar junto com os estudantes rumo a Bournemouth.

Durante sua estada no país, os intercambistas poderão aperfeiçoar a língua inglesa e cursar disciplinas da base comum e de conteúdo equivalente aos cursos técnicos em que estão matriculados no Brasil. Foram contemplados nesta edição os cursos de Administração, Desenvolvimento de Sistemas, Edificações, Jogos Digitais e Suporte e Manutenção de Rede.

Emoção das famílias no embarque para a Inglaterra

Emoção das famílias no embarque para a Inglaterra - Crédito: Pedro Menezes/SEE/Divulgação

Veja também

Boris Johnson, 'muito preocupado' com a COP26 por anúncios alarmantes da ONU
COP26

Boris Johnson, 'muito preocupado' com a COP26 por anúncios alarmantes da ONU

Covid-19: Brasil tem 21,73 milhões de casos e 605,8 mil mortes
Coronavírus

Covid-19: Brasil tem 21,73 milhões de casos e 605,8 mil mortes