Alvirrubros minimizam triunfos dos rivais: “temos que fazer nossa parte”

Timbu encara o Luverdense, sexta (21), no Passo das Emas, pela Série B do Campeonato Brasileiro

Gaston foi o jogador que mais desarmou no NáuticoGaston foi o jogador que mais desarmou no Náutico - Foto: Léo Lemos/Assessoria do Náutico

A 32ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro não começou com boas notícias para o Náutico. Dois postulantes ao acesso venceram seus respectivos jogos: o Avaí derrotou o Vila Nova por 2x1, enquanto o Londrina bateu o Brasil de Pelotas. Tanto catarinenses como paranaenses venceram fora de casa. Com os resultados, o Leão pulou para a terceira posição e o Tubarão ficou em quarto. O Náutico? Deixou momentaneamente o G4 da Segundona, caindo para quinto.

Embora os resultados iniciais tenham prejudicado o Náutico, os atletas alvirrubros seguem confiantes que a equipe terminará a rodada entre os quatro melhores. “Ficamos acompanhando os jogos dos outros times e infelizmente eles conseguirão bons resultados fora de casa. Mas temos que fazer nosso papel. Não adianta torcer contra se a gente não fizer nossa parte”, afirmou o lateral-esquerdo Gaston Filgueira.

O volante Negretti frisou a força do grupo do Náutico como um dos trunfos para terminar a temporada comemorando o acesso à Primeira Divisão.

“O fator grupo é muito importante, principalmente nesta reta final. Temos que estar focados para ajudar o Náutico a subir para a Série A. Com certeza quem for acionado fará o melhor para ajudar o time”, destacou, citando as entradas de Renan Oliveira e Mamute nas vagas de Vinícius e Rony, suspensos, para o jogo desta sexta (21), diante do Luverdense, no Passo das Emas.

Veja também

Rio não terá desfile de blocos de rua no carnaval de 2021
carnaval

Rio não terá desfile de blocos de rua no carnaval de 2021

Brasileira está entre as vítimas de atentado na França, informa Itamaraty
internacional

Brasileira está entre as vítimas de atentado na França