América Latina se aproxima do pior momento da pandemia de Covid-19, alerta OMS

'O epicentro da epidemia está se mudando da Europa para as Américas, o que nos deu tempo para nos preparar para o que está por vi'", disse Cristian Morales, representante no México da Organização Mundial da Saúde (OMS)

Pessoas caminham de máscaras pelas ruas de Buenos AiresPessoas caminham de máscaras pelas ruas de Buenos Aires - Foto: Juan MABROMATA / AFP

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse na quarta-feira que a América Latina está prestes a experimentar o pior momento da pandemia de coronavírus e que os países da região devem expandir suas capacidades de detecção de vírus.

"O epicentro da epidemia está se mudando da Europa para as Américas, o que nos deu tempo para nos preparar para o que está por vir", disse Cristian Morales, representante no México da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), em uma coletiva de imprensa virtual.

Leia também:
OMS diz que coronavírus 'nos acompanhará por muito tempo'
Angústia nas UTIs brasileiras, sobrecarregadas por casos de Covid-19

"O que não é tão benéfico e o que não podemos escapar é que estamos prestes a experimentar o pior momento da epidemia na região e no México", acrescentou. Morales recomendou que os países expandam suas capacidades de detecção de vírus nos níveis nacional e local. "Essa é a direção para qual devemos apontar e devemos manter o distanciamento física", afirmou.

Antonio Molpeceres, coordenador residente do Sistema das Nações Unidas no México, disse que a reconversão de hospitais deve ser acelerada para enfrentar a pandemia. "Há também outras (medidas) que eu gostaria de destacar, a primeira é a necessidade de acelerar a reconversão de hospitais e serviços de saúde no país, para enfrentar a epidemia do Covid 19", afirmou o funcionário.

O México, que até agora registrou mais de 8.700 casos confirmados de coronavírus e mais de 700 mortes, elevou o nível de alerta de saúde na terça-feira devido a um rápido aumento no número de infecções. Ao mesmo tempo, as autoridades mexicanas adquiriram vários suprimentos médicos da China para atender à emergência. Apesar disso, houve protestos dos funcionários da saúde, que afirmam não possuir material de proteção adequado para o trabalho.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Comitê recomenda que réveillon no Rio de Janeiro seja mantidoPandemia

Comitê recomenda que réveillon no Rio de Janeiro seja mantido

A cada dois minutos uma criança é infectada com HIV no mundo, diz UnicefSaúde global

A cada dois minutos uma criança é infectada com HIV no mundo, diz Unicef