Amigos e familiares se despedem de empresária assassinada em Rio Doce

Mahatina Gracio de Carvalho, 27, dona do Caldinho da Codorna, foi morta na madrugada do sábado, após ser assaltada por três homens

Empresária foi assassinada após ser assaltada por três homensEmpresária foi assassinada após ser assaltada por três homens - Foto: José Britto/Folha de Pernambuco

Na manhã deste domingo (07), foi enterrado o corpo da empresária Mahatina Gracio de Carvalho, dona do Caldinho da Codorna, em Rio Doce, Olinda. A vítima foi assassinada após um assalto na Avenida Tiradentes, na madrugada do último sábado (06).

A família não concedeu entrevista. Muito abalada, a mãe de Mahatina foi amparada por familiares, mas ainda agradeceu a presença de todos os presentes no velório. Mário Ferreira, aposentado, era vizinho da vítima, e a conhecia há dois anos. Consternado pela morte de Mahatina, ele fala sobre a amiga que perdeu. "Era uma pessoa amiga, ninguém tinha o que se queixar. Era uma pessoa trabalhadora e todo mundo gostava dela", lembra.

Mahatina, de 27 anos, foi morta na madrugada do sábado, quando voltava para o seu estabelecimento, em Rio Doce, Olinda. Por volta das 2h ela foi abordada na Avenida Tiradentes por três homens, que anunciaram o assalto. Assustada, a vítima teria acelerado o veículo para escapar da ação, mas foi baleada com um tiro no tórax. Apesar de ter sido socorrida, ela não resistiu aos ferimentos.

Os três envolvidos no crime foram presos numa blitz da Lei Seca, na rua do Farol, Carmo, Olinda. No interior do carro onde os suspeitos estavam, a Polícia encontrou a CNH e o celular de Mahatina, além de comandas do estabelecimento comercial onde trabalhava. Eudes Carneiro do Vale Filho, 29, Salatiel Brandão dos Santos Junior, 21, - autor do disparo - e João Carlos dos Santos Barbosa Santana da Silva, 19, seguirão para audiência de custódia.


Veja também

Pedidos de seguro-desemprego aumentam nos EUA após furacão Ida
furacão

Pedidos de seguro-desemprego aumentam nos EUA após furacão Ida

Ministério da Saúde recua e recomenda suspensão vacinação de adolescentes sem comorbidades
Coronavírus

Saúde recomenda suspender vacina em adolescentes sem comorbidades; PE ainda não comentou