Âncora na TV, Boechat havia ganhado, por três vezes, o mais importante prêmio da imprensa nacional

Jornalista morreu aos 66 anos em acidente de helicóptero em São Paulo nesta segunda-feira (11)

O jornalista apresentava o jornal na BandNews FM pouco antes de acontecer a tragédia O jornalista apresentava o jornal na BandNews FM pouco antes de acontecer a tragédia  - Foto: Reprodução/Band News

O jornalista Ricardo Eugênio Boechat morreu no começo na tarde desta segunda-feira (11), vítima de queda de um helicóptero em um dos acessos da Rodovia Anhanguera, que liga a capital paulista ao Interior do Estado. Boechat nasceu em Buenos Aires, na Argentina, em 13 de julho de 1952.

Boechat trabalhou em vários jornais do País, como “O Globo”, “O Dia”, “O Estado de S. Paulo” e “Jornal do Brasil”. Atualmente, ele trabalhava diariamente como âncora da BandNews FM e da Band, no Jornal da Band.

Leia também: 
Jornalista Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero em São Paulo


O jornalista ganhou três prêmios Esso, o concurso mais importante do jornalismo brasileiro, e foi o maior ganhador da história do Prêmio Comunique-se, sendo o único a vencer em três categorias distintas (âncora de rádio, colunista de notícia e ancora de TV).

Também foi eleito o jornalista mais admirado na pesquisa do site Jornalistas&Cia em 2014, que elencou os 100 principais profissionais do mercado. Boechat assinava uma coluna semanal na revista Istoé e tinha um programa diário na Rádio Band News FM.

Veja também

Passionalismo e ideologia levam médicos a receitar tratamento precoce contra Covid, diz presidente d
Medicina

Passionalismo e ideologia levam médicos a receitar tratamento precoce contra Covid, diz presidente d

Tornado deixa um morto e vários feridos no Alabama
Desastre natural

Tornado deixa um morto e vários feridos no Alabama