Ano marca triunfo do Timbu também fora de campo

Vice-presidente de marketing celebra o 2019 da virada de página com crescimento do quadro de sócios, mascote mais popular e canal na internet

Fruto de ação de marketing eficiente, novo mascote representou resgate da bravura alvirrubraFruto de ação de marketing eficiente, novo mascote representou resgate da bravura alvirrubra - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

“Virada de página”. Foi esse o termo usado pelo vice-presidente de marketing do Náutico, Ricardo Mello, para explicar o ano de 2019 do clube. Não só dentro de campo. Além do acesso à Série B e a conquista do primeiro título nacional, o Timbu comemorou o crescimento do número de sócios, construindo ainda uma nova “cara”, com direito a mascote mais popular, marca própria e canal na internet . “Quebramos paradigmas, abrindo a porta para todos os torcedores”.

Reaproximação com torcedor
Conseguimos virar a página. Não só pelos elementos concretos, como o título nacional, mas também com uma gestão de sustentabilidade, honrando os compromissos e prezando pela austeridade financeira. Nosso projeto era buscar a reaproximação com o torcedor, deixando de lado também essa história de o Náutico ser um "clube de elite". Um equívoco que muitos cometeram durante anos. O clube é de todos os torcedores. Por isso criamos uma categoria especial para sócios que não tinham tantas condições. Conheci alguns torcedores que não iam há décadas nos Aflitos porque não se sentiam próximos do clube e agora isso está mudando.

Leia também:
Náutico: Reconstrução encerra jejum histórico
[Vídeo] Náutico ergue a taça de campeão da Série C 2019
Náutico é campeão da Série C 2019

'Timbu invocado'
O novo mascote foi uma necessidade de construir algo diferente. Estávamos em um momento emblemático do clube, mas faltava algo. O antigo mascote era simpático demais. Muito dócil, como se fosse de festa infantil. O novo virou uma sensação com as crianças. Fomos no mês passado na comunidade do Totó, no Recife, fazer uma doação de presentes para as crianças e foi incrível como o Timbu foi festejado lá. Até dançou o passinho (risos). Ele pode ter cara feia, mas tem um coração gigante. Saiu da condição de "assustador" para cair na graça dos alvirrubros. Tanto que, conversando com o artesão responsável pelo boneco, nós decidimos criar um produto relacionado ao mascote. Ele pensou na criação do chapéu e a torcida gostou. Uns chamam de “Timbu invocado”, outros de “Timbubyl”, mas o importante é que ele representou o resgate da nossa bravura.

TV Timba
Sentíamos muita cobrança do torcedor para termos um canal do Youtube, indo além dos jogos. Os vídeos possuem um cuidado para não virar algo invasivo para os atletas e comissão técnica. Fizemos tudo com o aval do departamento de futebol. Tem cenas de concentração, treinamento, grito de guerra antes da partida, comemoração das vitórias... É a forma do torcedor entrar dentro do vestiário e ver que os atletas estão envolvidos. Foi mais um canal para ampliar o espaço de diálogo com o torcedor e o clube.

Sócios
Chegamos a ter 16 mil sócios ativos, mas hoje estamos com pouco mais de 13. Nossa meta é pelo menos retornar ao número antigo. Queremos chamar aqueles que nunca foram sócios e também recuperar os que estão inadimplentes. Lançaremos amanhã (nesta quarta) uma campanha para atrair mais os alvirrubros e mostrar que precisamos deles.

Novidades
Queremos fazer algumas coisas ainda neste ano. Estamos pensando em uma camisa especial a ser lançada em novembro, podendo servir como um quarto uniforme. Estudamos ainda a possibilidade de uma música ou documentário e, talvez, um amistoso no final do ano para fechar a temporada. Muitos torcedores ficam pedindo um jogo de despedida para 2019. Para o ano que vem, nós pretendemos ainda arrumar os Aflitos, principalmente a área de convivência, melhorando a estrutura de banheiros e bares. O jogo deve ser um evento para reunir os torcedores e fazer com que eles desfrutem do ambiente.

Veja também

Quase 40% das plantas estão ameaçadas de extinção, mostra pesquisa
Meio Ambiente

Quase 40% das plantas estão ameaçadas de extinção, mostra pesquisa

Pernambuco apresenta menor número de endividamento
Economia

Pernambuco apresenta menor número de endividamento