Coletiva

Antônio Campos dispara mais uma vez contra Renata Campos e revela mágoas com o PSB

O advogado, que foi candidato à Prefeitura de Olinda, falou do forte apoio da mãe, a ministra do TCU Ana Arraes

José Paulo CavalcantiJosé Paulo Cavalcanti - Foto: Allan Torres/Arquivo Folha

Depois da entrevista exclusiva que concedeu à Folha de Pernambuco, em que disparou contra Renata Campos e o PSB, Antônio Campos reuniu jornalistas para coletiva de Imprensa na tarde desta terça-feira (1º). O advogado, que disputou com Professor Lupércio a Prefeitura de Olinda, mostrou-se claramente magoado com a viúva do irmão e toda a comitiva do PSB de Pernambuco, incluindo o prefeito Geraldo Julio e o governador Paulo Câmara.

Apesar de não ter tido nenhum tipo de apoio do seu partido, o PSB, Antônio já afirmou: não sairá, quer “lutar por dentro”. E mandou esta para o governador e o prefeito: “Paulo Câmara e Geraldo Julio não vão usar a ‘grife Campos Arraes”. E as críticas ao PSB não pararam por aí. Ele ainda disse que o projeto atual da sigla está ferindo raízes históricas. “Meu PSB não é o mesmo PSB de Paulo Câmara”, comentou, e já adiantou, também, que, caso o governador do Estado se candidate à presidência nacional do partido, não terá o seu apoio.

A sua mãe, fiel escudeira e entusiasta da sua campanha, também entrou na pauta da coletiva. Ele disse que a ministra do TCU fez vários apelos a Renata Campos pela união da família, mas, segundo ele, a viúva de Eduardo não teria dado retorno positivo. Antônio não poupou críticas à cunhada. Disse, ainda, que ela não gostava do sogro e que a recíproca era verdadeira. E mais, disse que ela não aceita nada que não seja “Andrade Lima”.  

 *Com informações da colunista Renata Bezerra de Melo

Veja também

Sonda conclui a primeira coleta de amostra em um asteroide feita pela Nasa

Sonda conclui a primeira coleta da Nasa de amostra em asteroide

Ministério da Saúde inicia 15ª missão para atender indígenas com Covid-19
Coronavírus

Ministério da Saúde inicia 15ª missão para atender indígenas com Covid-19