Posse

Antônio de Melo toma posse como corregedor do TJPE

Solenidade reuniu o mundo jurídico no Fórum Thomaz de Aquino

Polo de Desenvolvimento Sustentável do Agreste (Distrito Industrial)Polo de Desenvolvimento Sustentável do Agreste (Distrito Industrial) - Foto: Divulgação

O novo corregedor-Geral de Justiça, Antônio de Melo e Lima, foi muito prestigiado em posse solene de transmissão de cargo, na noite desta segunda (31), no Fórum Thomaz de Aquino. O salão do Júri lotou de servidores, advogados, amigos, e desembargadores, além de familiares. Marcaram presença também o advogado Djair Pedrosa, representando Eduardo Monteiro, presidente do Grupo EQM, e o secretário da Secretaria de Defesa Social, Angelo Gioia, representando o governador Paulo Câmara.

 

Antônio de Melo ao lado do advogado Djair Pedrosa, representando Eduardo Monteiro

Foto: Antônio de Melo ao lado do advogado Djair Pedrosa, representando Eduardo Monteiro
Créditos: Anderson Stevens

 

 Antônio mostrou todo o seu poder na casa quando foi bastante saudado pelo então corregedor em exercício, Bartolomeu Bueno, que passou o “bastão” para o novo magistrado, além do presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Leopoldo Raposo, que se rasgou em elogios à vida pública do amigo. Durante transmissão de cargo, Bueno brincou, dizendo que iria ser breve, afinal, o “dono da festa” era mesmo Antônio. Sendo assim, fez questão de exaltar seus predicados: “Lima é meu amigo de anos, é figura importante para a Justiça e saberá deixar sua marca, pois a corregedoria fiscaliza mais a sociedade que um político, e, no caso, não terá ninguém tão importante quanto ele para assumir esse cargo”, afirmou.   

 

A mesa da posse composta por Guilherme Uchoa, Bartolomeu Bueno, Leopoldo Raposo, Antônio de Melo e Antônio César Caúla

Foto: A mesa da posse composta por Guilherme Uchoa, Bartolomeu Bueno, Leopoldo Raposo, Antônio de Melo e Antônio César Caúla
Créditos: Anderson Stevens

 

 Logo após, foi a vez no novo corregedor falar. Também foi breve, disse que seu discurso não passaria de 8 minutos, pois ele havia “cronometrado” para que ninguém ficasse “entediado” e fez questão de explicar que não iria se estender porque também não era “bajulador”, o que fez todos caírem na gargalhada. E, em um pouco mais de 5 minutos, agradeceu pelos votos de confiança do Tribunal. Lembrou que, apesar da alegria de exercer o cargo, havia também uma tristeza no mandato, já que ele assumiu por conta do falecimento prematuro do des. Roberto Lins, no outubro passado. Encerrou o discurso sendo enfático: “Vou procurar fazer da corregedoria uma casa de apoio. Se necessário, de disciplina, para todos os servidores do Estado”.

 

O secretário de Defesa Social do Estado, Angelo Gioia, representou o governador Paulo Câmara durante posse

Foto: O secretário de Defesa Social do Estado, Angelo Gioia, representou o governador Paulo Câmara durante posse
Créditos: Anderson Stevens

O chefe do Judiciário estadual ficou responsável por encerrar a solenidade. Afirmou que também estava imbuído de duplo sentimento: tristeza e alegria. Tristeza pelo falecimento de Roberto Lins, mas muito feliz com Antônio de Melo, pois tinha certeza que ele iria continuar honrando o nome da Justiça com seu exemplo: “Antônio assume a corregedoria num momento em que o País enfrenta uma grave crise financeira e moral. Ele é uma das melhores pessoas para conduzir a casa com excelência. Ele é um magistrado sério, retilíneo e experiente. Desejo sucesso nessa grande tarefa que requer desafios”, cravou.  

 

Leopoldo Raposo assinando o livro de posse do novo corregedor-Geral

Foto: Leopoldo Raposo assinando o livro de posse do novo corregedor-Geral
Créditos: Anderson Stevens

Em tempo: o magistrado foi eleito pelo Pleno do TJPE, no último dia 24, por maioria absoluta dos votos e ficará no cargo de corregedor-Geral de Justiça até fevereiro de 2018, quando ocorrerá novas eleições.

Veja também

Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por Covid-19
Coronavírus

Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por Covid-19

Pernambuco registra 157 novos casos e 10 óbitos nas últimas 24h
Coronavírus

Pernambuco registra 157 novos casos e 10 óbitos nas últimas 24h