Saúde

Anvisa aprova primeiro autoteste de Covid-19 que usa a saliva

Agência autoriza outro que retira secreção do nariz. Brasil já tem quatro autorizados

AnvisaAnvisa - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou mais dois autotestes de Covid-19, sendo que um deles é o primeiro autorizado no país a usar a saliva, em vez de secreção do nariz. A autorização dos produtos foi publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial da União. Ao todo, a Anvisa já aprovou quatro autotestes.

O autoteste é aquele em que a própria pessoa faz todas as etapas, sem necessidade da ajuda de um profissional ou laboratório. A Anvisa destaca a importância de ler as instruções antes de fazer o teste.

O teste com saliva foi registrado pela empresa Eco Diagnóstica Ltda, e será fabricado no Brasil. A pessoa deverá cuspir num copo. Haverá uma haste igual à dos testes no nariz, mas ela será usada apenas para transferir uma certa quantidade da saliva do copo para um tubo.

O outro teste aprovado foi desenvolvido pela empresa Kovalent e usa uma haste que deve ser inserida no nariz. Ele será fabricado no Brasil e poderá ser comprado em versões com um, dois ou cinco testes.

O órgão explicou que, para conceder o registro, foram avaliados critérios como segurança,  desempenho, atendimento aos requisitos legais exigidos e usabilidade, ou seja, se as orientações e instruções estão em linguagem simples e com figuras ilustrativas que permitam fazer o uso correto do produto.

A Anvisa destacou também que, independentemente do resultado, medidas como o uso de máscaras, a vacinação e o distanciamento físico reduzem as chances de transmissão do vírus.

Veja também

Blinken cita 'divergência real' por fala de Lula sobre Israel, mas destaca aliança
POLÊMICA

Blinken cita 'divergência real' por fala de Lula sobre Israel, mas destaca aliança

Medicamento para a asma pode prevenir riscos de alergias alimentares, diz estudo
PESQUISA

Medicamento para a asma pode prevenir alergias alimentares