MUNDO

Ao menos 24 migrantes mortos em naufrágios na costa da Tunísia

De 22 a 30 de abril, quatro embarcações partiram da região de Sfax e naufragaram em frente à costa

Foto: AFP

Os corpos de 24 imigrantes que se afogaram após suas embarcações naufragarem em frente à costa da Tunísia foram encontrados no final de abril, informou, nesta quarta-feira (4), uma fonte judicial. 

De 22 a 30 de abril, quatro embarcações partiram da região de Sfax e naufragaram em frente à costa dessa cidade.

No total, os corpos de 24 imigrantes foram arrastados à margem, enquanto outras 97 pessoas foram resgatadas, disse à AFP o porta-voz do tribunal de Sfax, Murad Turki. 

Os 24 corpos, entre os quais havia mulheres e crianças, foram enviados ao necrotério do hospital regional de Sfax, o único da região que recebe restos de imigrantes mortos. 

Nos últimos meses, o depósito de cadáveres recebeu 92 corpos de migrantes mortos no mar, todos eles procedentes da África subsaariana, dos quais quase 40 "estão empilhados no chão" por falta de espaço, disse Turki. 

A Tunísia é um dos principais pontos de partida dos migrantes que querem chegar à Europa de forma ilegal. 

Quase 2 mil migrantes desapareceram ou se afogaram no Mediterrâneo no ano passado, frente aos 1.401 de 2020, segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM). 

Veja também

Nasa aponta Brasil como um dos cinco lugares do planeta que pode ficar 'inabitável' em 50 anos
ESTUDO

Nasa aponta Brasil como um dos cinco lugares do planeta que pode ficar 'inabitável' em 50 anos

Chegada do homem à Lua, 55 anos: saiba quais são os planos de China e EUA para ter base no satélite
LUA

Chegada do homem à Lua, 55 anos: saiba quais são os planos de China e EUA para ter base no satélite

Newsletter