MUNDO

Ao menos 750 civis morreram no norte da Etiópia no 2º semestre de 2021

Duas regiões do norte da Etiópia estão devastadas por uma guerra que dura 16 meses

Foto: Yasuyoshi Chiba / AFP

Pelo menos 750 civis morreram de forma violenta, entre julho e dezembro de 2021, em duas regiões do norte da Etiópia, devastadas por uma guerra que dura 16 meses - relata um relatório publicado pela Comissão Etíope de Direitos Humanos (EHRC, na sigla em inglês).

De acordo com este órgão independente, mas ligado ao governo etíope, pelo menos 403 civis foram mortos por "disparos de artilharia pesada, ataques aéreos, ou de drones".

Somam-se a eles "ao menos 346 civis mortos em execuções ilegais e extrajudiciais" em Afar e em Amhara, regiões afetadas desde julho pelo conflito deflagrado em novembro de 2020 na região vizinha do Tigré, entre rebeldes e forças governamentais.

Veja também

Grupo Vice anuncia centenas de demissões
MUNDO

Grupo Vice anuncia centenas de demissões

Bandidos armados invadem casa e atiram em três crianças em Itamaracá; uma delas, de 10 anos, morreu
POLÍCIA

Bandidos armados invadem casa e atiram em três crianças em Itamaracá; uma delas, de 10 anos, morreu