Luto

Aos 81 anos, Mãe Celeste morre vítima da Covid-19 no Recife

Sacerdotisa comandava o maior terreiro de Umbanda do Recife, o Templo Espiritualista Pai Oxoce

Mãe Celeste, sacerdotisa do Templo Espiritualista Pai OxoceMãe Celeste, sacerdotisa do Templo Espiritualista Pai Oxoce - Foto: Ana Carnaval / Divulgação

Maria Celeste dos Santos Silva, mais conhecida como Mãe Celeste, faleceu na tarde desta quarta-feira (27), no Recife. Ela havia sido diagnosticada no dia 27 de dezembro com Covid-19 e estava internada no Hospital Português, mas não resistiu à doença, vítima de falência múltiplas de órgãos. Ela era a sacerdotisa do maior terreiro de Umbanda do Recife, o Templo Espiritualista Pai Oxoce. 

"Para a umbanda, a perda é irreparável, pois mãe dedicou 55 anos à religião", lamentou Ana Carnaval,  responsável pela divulgação nas redes sociais do templo e filha de santo de Mãe Celeste. 

Mãe Celeste era casada com José Julio da Silva, o Pai Júlio, filho de Ogum e Yemanjá, com quem administrava o terreiro. 

O velório e a cremação aconteceram na tarde desta quarta, no Cemitério Memorial Guararapes, no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife.

Veja também

Senado aprova uso de verbas de saúde por estados e municípios
Saúde

Senado aprova uso de verbas de saúde por estados e municípios

Eficácia da vacina anticovid da Moderna cai ligeiramente para 90% em teste nos EUA
Coronavírus

Eficácia da vacina anticovid da Moderna cai ligeiramente para 90% em teste nos EUA