Aplicativo une cidadãos e polícia em prol da segurança pública

Por meio do app "Sempre Alerta", será possível fazer denúncias ou solicitar atendimento

Filme "Batman - O Retorno da Dupla Dinâmica"Filme "Batman - O Retorno da Dupla Dinâmica" - Foto: Divulgação

Tornar Pernambuco o estado mais seguro do Brasil. Essa é a - bastan­te ambiciosa - meta da plataforma Sempre Alerta, desenvolvida pela Mooh Tech. A proposta da solução é criar um meio de comunicação rápido e eficaz de comunicação entre cidadãos e órgãos como polícia, Bombeiros e Samu. Por meio de um aplicativo, é possível denunciar ou solicitar atendimentos. A primeira cidade a receber a solução é Belo Jardim, no Agreste.

O administrador Everton Cruz, um dos criadores do app, conta que a ideia surgiu a partir de conversas com pessoas ligadas à segurança pública do Estado e perceber que seria uma oportunidade. “A intenção inicial foi criar uma forma colaborativa de ampliar o braço ostensivo da polícia”, explica. “Também queremos fazer as pessoas ocuparem a cidade, serem um olho a mais sobre o espaço público”, completa.

O Sempre Alerta funciona como um aplicativo de comunicação, semelhante ao WhatsApp. O usuário escolhe com que órgão quer se comu­nicar e pode enviar mensagens de texto, imagens, áudio ou vídeo. “As informações vão para a central de monitoramento que pode, no caso da polícia, por exemplo, checar que viatura está mais pró­xima do local do acontecimento e direcioná-la”, expli­ca Henrique Mafra, também criador da plataforma. Em seguida, a central dá retorno ao usuário sobre a solicitação - o mesmo é feito quan­­do a ocorrência é finalizada. As viaturas policiais receberão tablets com o aplicativo para se comunicar com a central. Todo o processo garante o anonimato do denunciante.

O município de Belo Jardim recebeu o aplicativo ontem, em fase de teste, por ser a prefeitura que recebeu a ideia mais abertamente entre as procuradas de início. Começou a ser utilizado com a polícia, mas outros serviços, como Bombeiros e Samu já estão sendo implantados. A partir da próxima semana, mais cidades vão receber a solução - já há parcerias fechadas com 37 municipalidades. “Vamos começar implantando no Sertão e no Agreste, para depois chegar à Zona da Mata e, por fim, na Região Metropolitana do Recife”, informa Henrique Mafra. As negociações com os órgãos no Recife já se iniciaram, mas ainda não há previsão para o lançamento na Capital.

Dois outros módulos a serem implantados também prometem facilitar a vida e garantir a proteção do usuário. Um deles é o Alerta Mulher, em que mulheres vão poder denunciar casos de violência. O outro é uma ferramenta para encontrar celulares roubados.

App mira no conceito de cidades inteligentes

O Sempre Alerta traz em sua essência ideias do conceito de cidades inteligentes. Para Everton Cruz, uma plataforma que permite ao cidadão participar mais ativamente da construção da cidade faz com que todos saiam ganhando. “Quando as pessoas passam a colaborar com o poder público e ocupar a urbe, a cidade se movimenta, o comércio se movimenta”, aponta. A intenção da empresa é tornar Pernambuco o estado mais seguro do Brasil em até três anos - mas trabalham com o prazo ainda mais ambicioso de um ano.

No futuro, a plataforma quer ser uma ferramenta de predição para a polícia. “A meta é gerar estatísticas posicionadas, dizendo onde ocorre maior incidência de determinados crimes por região. Esses dados fazem com que a polícia possa atuar preventivamente de maneira mais eficaz”, explica Henrique Mafra.

Ele aponta que a principal vantagem da solução, que é colaborativa, é fornecer dados mais precisos. “Diferente do que acontece hoje, os dados não serão gerados a partir de registros de boletins de ocorrência, mas virão das próprias pessoas das ruas. Isso vai permitir, inclusive, que os órgãos públicos possam otimizar o uso dos recursos”, diz. 

Já para o usuário, os benefícios são o canal de comunicação mais rápido e fácil com o poder público e a garantia do anonimato. A incidência de trotes, também, será bem menor, já que as denúncias são geolocalizadas - quem passar trote poderá ser mais facilmente encontrado.

Veja também

São Paulo: 7.780 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas
Coronavírus

São Paulo: 7.780 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Apac: domingo de chuvas em algumas regiões do Estado
Tempo

Apac: domingo de chuvas em algumas regiões do Estado