Após 42 dias, cruzeiro com casos de Covid-19 em Santos pode liberar tripulantes

O isolamento do navio termina após marcar o período de 14 dias sem que o navio tenha registrado novos casos ou suspeitas de Covid-19 a bordo

Navio Costa FascinosaNavio Costa Fascinosa - Foto: Divulgação / Costa Cruzeiro

Chega ao fim nesta terça-feira (28) a quarentena do navio de cruzeiros Costa Fascinosa, que se encontra parado no porto de Santos desde o dia 17 de março. Ao todo, foram 30 casos de Covid-19 e três mortes entre os tripulantes da embarcação.

O isolamento do navio termina após marcar o período de 14 dias sem que o navio tenha registrado novos casos ou suspeitas de Covid-19 a bordo.

Apesar da liberação, a embarcação deve permanecer mais alguns dias no porto para a repatriação de tripulantes para os seus países de origem. O cronograma vai depender da logística da empresa responsável pelo agendamento ou fretamento dos voos.

Leia também:
Morre segundo tripulante de navio em quarentena no Porto de Santos
Com testes rápidos a R$ 250, hospital de Santos (SP) fez mais de 2 mil exames de Covid-19


Antes do desembarque, os tripulantes serão novamente avaliados clinicamente e devem seguir direto para o aeroporto. Ao todo, 230 pessoas serão liberadas, segundo a Anvisa. O navio chegou a Santos com 764 tripulantes, mas parte deles já havia desembarcado.

O último óbito registrado por tripulantes no navio ocorreu na sexta-feira (24), em um hospital local. Ele estava internado desde o dia 26 de março.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Arara-vermelha é resgatada durante fiscalização da PRF na BR 116, em Salgueiro
CRIME AMBIENTAL

Arara-vermelha é resgatada durante fiscalização da PRF na BR 116, em Salgueiro

Curso aprimora habilidade de idosos para identificar fake news
Educação

Curso aprimora habilidade de idosos para identificar fake news