A-A+

Após declaração de Eduardo Bolsonaro sobre STF, Eymael acena a Haddad

Eymael acenou ao petista, a quem pediu um "pacto nacional pela democracia"

José Maria EymaelJosé Maria Eymael - Foto: Sandro Pereira/ Folhapress

O presidenciável Fernando Haddad (PT) ganhou o apoio de José Maria Eymael, candidato derrotado do DC (Democracia Cristã) na corrida presidencial.

Leia também:
Marina Silva declara 'voto crítico' em Fernando Haddad


Eymael decidiu se posicionar após vir a público vídeo em que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), diz que bastam "um cabo e um soldado" para fechar o STF (Supremo Tribunal Federal).

Ele acenou ao petista, a quem pediu um "pacto nacional pela democracia". Eymael teve pouco mais de 41.710 votos nas eleições 2018, o equivalente a 0,04% do total.

Veja também

Pernambuco registra, em 24h, 191 casos e sete mortes pela Covid-19
Coronavírus

Pernambuco registra, em 24h, 191 casos e sete mortes pela Covid-19

Mulher é assassinada no quintal de casa em Jaboatão
Polícia

Mulher é assassinada no quintal de casa em Jaboatão dos Guararapes