A-A+

Coronavírus

Após desconfinamento, Londres lança campanha de turismo nacional

London Eye, em LondresLondon Eye, em Londres - Foto: Chait Goli/Pexels

O prefeito de Londres, Sadiq Khan, lançou, nesta segunda-feira (10), uma campanha para voltar a atrair turistas para a capital britânica, pouco antes de o governo britânico suspender boa parte das restrições contra o coronavírus em toda Inglaterra. 

Com um custo de 6 milhões de libras (R$ 44,3 milhões), a campanha buscará incentivar o turismo doméstico a desfrutar da hotelaria e da restauração, assim como da cultura, da vida noturna e do comércio da capital. O objetivo é dinamizar setores muito afetados pelos longos meses de confinamento.

O primeiro-ministro Boris Johnson se prepara para confirmar, nesta segunda-feira, a próxima fase de levantamento das restrições, a partir da próxima semana. Esta etapa inclui a reabertura de hotéis, a parte interna dos restaurantes, museus, cinemas e teatros.

Reeleito no sábado (8) para um segundo mandato como prefeito, Khan chamou a iniciativa de "a maior campanha de turismo doméstico que Londres já viu".

"Trata-se de levar a mensagem, aos londrinos e às pessoas de todo país, que nossa capital está pronta para entreter, inspirar e entusiasmar novamente", afirmou.

Por enquanto, o "convite" não se aplica a estrangeiros, devido às restrições ainda em vigor para viagens internacionais.

Uma análise do setor de turismo britânico mostrou que o gasto dos turistas estrangeiros no centro de Londres foi, em 2020, 7,4 bilhões de libras menor do que no ano anterior. Já os turistas nacionais gastaram cerca de 3,5 bilhões de libras a menos. 

A campanha publicitária é acompanhada por uma série de eventos que estreiam com a inauguração de instalações de arte pública dos artistas britânicos David Hockney e Yinka Ilori.

As ruas de West End, o bairro histórico dos teatros de Londres, também serão transformadas, como parte de uma iniciativa envolvendo artistas da Royal Academy.

Veja também

Não há casos da nova variante identificados no Brasil, diz ministério
Covid-19

Não há casos da nova variante identificados no Brasil, diz ministério

Lei que garante bolsas para docentes da educação básica é sancionada
Educação

Lei que garante bolsas para docentes da educação básica é sancionada